Os banhistas aproveitavam o bom tempo em La Jolla Cove, em San Diego, nos Estados Unidos, quando foram surpreendidos pela presença de dois leões marinhos. Podia ter sido um encontro pacífico ente espécies, mas não foi o caso. Os leões marinhos começaram a perseguir os banhistas, que tiveram de fugir rapidamente, saltando entre as rochas e os pertences uns dos outros. Ninguém ficou ferido.

Vai dar banho ao cão? Conheça as praias concessionadas para levar o seu amigo patudo
Vai dar banho ao cão? Conheça as praias concessionadas para levar o seu amigo patudo
Ver artigo

O vídeo deste incidente inusitado foi gravado por Charlianne Yeyna e já provocou algumas reações – desde gargalhadas a avisos sobre o cuidado que se deve ter com estes animais. Charlianne, em entrevista à NBC7, contou que tudo começou porque uma banhista se aproximou demais dos leões marinhos, que estavam a dormir, com o intuito de os fotografar. Os animais acabaram por despertar e o desfecho está gravado.

Por falta de aviso não foi, uma vez que a zona é conhecida precisamente pela existência de focas e leões marinhos. Na praia há também inúmeros sinais afixados cujo intuito é consciencializar os visitantes de que o aconselhável é dar espaço a estes animais. A distância de segurança é de, pelo menos, 15 metros – e, dúvidas houvesse, não foi respeitada.

Ainda que se ache que o comportamento dos animais tenha sido invulgar, o especialista em leões marinhos Eric Otjen, do SeaWorld San Diego, disse o contrário – pelo menos, no que a esta época do ano diz respeito. É a altura em que a espécie se reproduz, pelo que é normal que comportamentos violentos sejam mais comuns, lê-se no “The Guardian”.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.