Já casou a sobrinha do imperador Naruhito e filha do príncipe herdeiro Akishino, do Japão. A cerimónia aconteceu esta terça-feira, 26 de outubro, por volta das 10 horas (02h em Portugal), segundo a "CNN", dia que marca não só a união de Mako, de 30 anos, e do antigo colega de universidade e namorado, Kei Komuro, também com 30 anos, como o fim do título de princesa. Ao casar com o plebeu, a filha do príncipe herdeiro teve de abdicar do título e afastar-se da família real japonesa.

O casamento de Mako e do namorado Kei Komuro, de quem está noiva desde 2017, aconteceu sem qualquer financiamento da família da princesa, uma vez que esta não aceitou que a família real lhe pagasse o casamento, nem a compensação financeira de um milhão de dólares (cerca de 826 mil euros), como manda a tradição japonesa no que diz respeito ao casamento.

Nova temporada de "The Crown" vai recriar famosa entrevista da princesa Diana
Nova temporada de "The Crown" vai recriar famosa entrevista da princesa Diana
Ver artigo

Esta foi a forma que Mako encontrou para apaziguar as críticas ao casamento com um plebeu, que acabou mesmo por ser adiado de 2018 para 2021 por "falta de preparação", e alegadamente por falta de meios financeiros da família do noivo, segundo o "Jornal de Notícias", e pelos protestos que surgiram desde que foi anunciado o noivado.

Apesar das manifestações contra o matrimónio, chegou mesmo a acontecer e cumpriu com a lei japonesa que diz que mulheres da família real (ao contrário dos homens) têm de abdicar do titulo caso se casarem com alguém fora dos círculos reais.

Assim, nove anos depois de se conhecerem e quatro desde que anunciaram o noivado, o casal que estudou na mesma universidade, a International Christian University, em Tóquio, trocou as alianças e vai poder seguir com uma vida independente e longe da família real nipónica, ainda que tenha de enfrentar algumas dificuldades.

Princesa Beatrice vai ser mãe. Prima de Harry anuncia gravidez no aniversário de casamento dos Sussex
Princesa Beatrice vai ser mãe. Prima de Harry anuncia gravidez no aniversário de casamento dos Sussex
Ver artigo

"Foi uma escolha necessária para viver enquanto cuidamos um do outro", disse a ex-princesa sobre o casamento, segundo a "ABC News". "Temos várias dificuldades para começar a nossa nova vida, mas vamos caminhar juntos como temos feito sempre", acrescentou.

Agora, o casal deve mudar-se para Nova Iorque, onde o agora marido trabalha como advogado. Já Mako, que adotou o apelido de Kei Komuro, poderá trabalhar no ramo da arte, como tem feito no Japão, dado que é mestre em museus de arte e galerias pela Universidade de Leicester, no Reino Unido, e está a fazer o doutoramento na International Christian University.

Não é a primeira vez que um membro da família real japonesa casa com um plebeu. O mesmo tinha acontecido em 2005, com a princesa Sayako, tia de Mako e única filha do então imperador Akihito, que casou com Yoshiki Kuroda.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.