E quando já não se pensava que houvesse mais voltas a dar à investigação, eis que surge um suspeito que volta a pôr o caso Maddie no centro de todas as notícias.

Sabe-se que é branco, magro, tem 1,80m, 43 anos e está preso na Alemanha por crimes sexuais, alguns deles envolvendo menores,

A polícia alemã avança que o homem terá vivido no Algarve, na zona de Lagos, durante alguns períodos entre 1995 e 2007. Nessa altura, ocupava-se com trabalhos ocasionais na restauração.

Mas a polícia vai mais longe nos pormenores que dá sobre o homem, que acredita ser o autor do rapto e homicídio da criança inglesa. Conduzia um Jaguar XJR 6 de cor escura no momento do crime, e tinha também uma autocaravana VW T3 Vestefália branco e amarelo com matrícula portuguesa.

Polícia alemã acredita que alemão suspeito do rapto de Maddie só queria assaltar o apartamento
Polícia alemã acredita que alemão suspeito do rapto de Maddie só queria assaltar o apartamento
Ver artigo

Foram ainda identificados dois números de telemóvel. Um deles terá sido usado pelo suspeito, que recebeu uma chamada cerca de uma hora antes do momento do desaparecimento. O outro, serviu para o suspeito fazer um telefonema.

A polícia precisa da ajuda dos portugueses — e de todos os que viviam na Praia da Luz — para identificar estes números, mas também matrículas ou qualquer outra informação que tenham que possa levar à confirmação do crime. E, para isso, oferece uma recompensa de 10 mil euros.

Os investigadores esperam encontrar resposta a estas questões:

1. Alguém viu os veículos no Algarve por volta da altura do crime, 3 de maio de 2007? Em que contexto?

2. Onde estavam os carros estacionados nessa altura? Estariam em zonas pouco comuns ou lugares remotos?

3. Há testemunhas que saibam quem utilizou os veículos?

4. Alguém tem pormenores sobre as casa, os quartos e outros pontos por onde o suspeito terá passado?

5. O suspeito fez uma longa chamada telefónica para um número português (916510683) na zona da Praia da Luz, na noite de 3 de Maio de 2007.O suspeito utilizou um telemóvel pré-pago que não estava ligado à área do local do crime e o seu interlocutor continua a ser procurado como uma testemunha-chave. O número do suspeito é o  91 27 30 680. Alguém pode dar detalhes sobre os dois números de telemóvel ou os seus utilizadores?

6. O suspeito terá sido autor de outras crimes sexuais durante o tempo que esteve em Portugal. Conhecem outras vítimas que ainda não tenham apresentado queixa?

7. Quem esteve no Algarve no início de maio de 2007, em particular na zona entre Lagos e a Praia da Luz ou no resort "Ocean Club" e tem fotografias ou vídeos da sua estadia?

8. Quando vivia em Portugal, o alemão suspeito do rapto de Madeleine McCann viveu em duas casas na zona de Lagos. Sabe alguma informação extra que ligue estes dois espaços?

A polícia alemã e o Ministério Público deixam uma caixa de informação a ser preenchida por quem tenha informação e prometem confidencialidade a quem o pedir.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.