A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) emitiu um aviso com base nas previsões metereológicas para os próximos dias, feitas pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). A chuva é a grande impulsionadora deste estado de alerta.

Há alerta para cheias e inundações devido à chuva que aí vem. Saiba o que fazer
Há alerta para cheias e inundações devido à chuva que aí vem. Saiba o que fazer
Ver artigo

A Proteção Civil avisa para a possível ocorrência de inundações urbanas, de cheias e de deslizamentos de terras. Assim que abrimos o site desta entidade, aparece de imediato um "aviso à população" por "chuva, vento e agitação marítima".

"Prevê-se para os próximos dias períodos de chuva, por vezes forte, em especial no norte e centro. Prevê-se ainda vento forte do quadrante sul e agitação marítima com aumento gradual até dia 17 de outubro", acrescenta a Proteção Civil. Que medidas devem ser tomadas com base neste cenário?

As medidas aconselhadas pela Proteção Civil

  • Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
  • Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
  • Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte;
  • Ter especial cuidado na circulação junto a zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a fenómenos de transbordo dos cursos de água, evitando a circulação e permanência nestes locais;
  • Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias;
  • Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
  • Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.