Um jovem de 21 anos foi torturado e desmembrado no Algarve, num crime que está a chocar o país. Uma parte do corpo de Diogo Gonçalves foi encontrado na zona de Sagres e a outra parte na região contrária, em Tavira. A cabeça foi encontrada por um casal de turistas a 26 de março, e sabe-se agora que o corpo foi lançado de uma arriba junto do Forte de Beliche, em Sagres.

Crime. A história macabra de como duas amigas terão torturado e decapitado Diogo no Algarve
Crime. A história macabra de como duas amigas terão torturado e decapitado Diogo no Algarve
Ver artigo

As duas suspeitas deste crime são duas jovens de 19 e 23 anos que mantinham uma relação. Uma delas soube que o jovem tinha recebido uma quantia avultada de dinheiro devido à morte da mãe, e quis que este lhe desse algum. O pedido foi negado e foi então que a tortura começou para a obtenção dos códigos de multibanco. Numa dessas tentativas, Diogo Gonçalves morreu asfixiado. O crime ocorreu na casa da vítima, em Algoz, no Algarve.

Agora surgem novos contornos deste crime. Segundo o “Jornal da Manhã”, as duas jovens terão cortado os dedos do jovem para tentarem desbloquear o telemóvel e aceder assim à conta bancária que não terão conseguido de outra forma. Depois de Diogo Gonçalves ter morrido por asfixia, as duas jovens levaram o cadáver para o local onde vivem, em Lagos, e terá sido aí que procederam ao desmembramento do corpo. Terá sido também nesta altura que cortaram os dedos ao jovem para acederem ao telemóvel.

Uma das jovens suspeitas deste crime é filha de um militar da GNR, avança o mesmo jornal, que presta serviço no Algarve. A família está em choque devido ao alegado envolvimento da jovem.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.