Há mais 13 mortes e 1.190 novos casos de infeção em Portugal pelo novo coronavírus. São estes os dados divulgados este domingo, 5 de setembro, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), no novo boletim epidemiológico referente à evolução da crise sanitária no País.

Festas em bares da praia de Santa Cruz provocam surto de infetados com COVID-19
Festas em bares da praia de Santa Cruz provocam surto de infetados com COVID-19
Ver artigo

O laboratório farmacêutico Moderna já entregou às autoridades europeias os primeiros resultados dos ensaios clínicos para obter autorização de administração de uma terceira dose da vacina contra a COVID-19. De acordo com o CEO da Moderna, Stéphane Bancel, os estudos e análises adicionais "demonstram que uma dose de reforço de 50 microgramas" [metade da dosagem das primeiras duas injeções] da sua vacina "provoca respostas de anticorpos potentes contra a variante Delta", cita a TSF. 

A empresa explicou ainda que a segunda fase do ensaio clínico foi alterada para incluir uma terceira dose, administrada "aproximadamente" seis meses após a segunda toma da vacina.

Neste momento, Portugal está a chegar ao limite da população que pode ou quer ser vacinada, afirmou em entrevista à agência Lusa o coordenador da task-force, vice-almirante Gouveia e Melo, apontando que a meta de 85% da população portuguesa com vacinação contra a COVID-19 completa deverá ser atingida até ao fim do mês, escreve a SIC Notícias. 

De acordo com o vice-almirante, o processo está "mesmo já no fim, tirando as crianças dos 0 aos 12 anos, que são entre 11% e 12% [da população], e havendo 03% a 04% de pessoas que recusam a vacina".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.