Há mais nove mortes e 1.072 novos casos de infeção em Portugal pelo novo coronavírus. São estes os dados divulgados esta segunda-feira, 30 de agosto, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), no novo boletim epidemiológico referente à evolução da crise sanitária no País.

Durante o fim de semana, mais de 100 mil pessoas foram vacinadas, entre as quais jovens dos 12 aos 17 anos. Até este domingo, 29 de agosto, quase 29 mil pessoas foram vacinadas contra a COVID-19, incluindo cerca de 21 mil jovens entre os 12 e os 17 anos, de acordo com o jornal "Público", que cita a agência Lusa.

Já esta segunda-feira, 30 de agosto, a ONU e a UNICEF defenderam que "professores e outros funcionários de escolas" devem ser "um grupo-alvo dos planos nacionais de vacinação" de modo a que as escolas possam operar no novo ano letivo sem limitações e com o mínimo risco de contaminação pelo vírus da COVID-19. As duas entidades apresentaram ainda outras medidas, como a testagem regular e o menor número de alunos por turma que for possível.

Vacinar professores e turmas mais pequenas. O regresso às aulas segundo a OMS E UNICEF
Vacinar professores e turmas mais pequenas. O regresso às aulas segundo a OMS E UNICEF
Ver artigo

A marcar a atualidade está também a nova variante na África do Sul, a C.1.2, que poderá ser mais perigosa e resistente às vacinas do que as restantes, uma vez que tem uma taxa de mutação de cerca de 41,8 mutações por ano, ou seja, quase o dobro das taxas atuais nas outras variantes.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.