A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, e o secretário de Estado da Saúde, António Sales, anunciaram esta segunda-feira, 23 de março, que Portugal irá receber máscaras de proteção vindas da China e anunciaram ainda a criação de bolsas de voluntários para ajudarem a proteger idosos que vivam em lares.

“As medidas de emergência servem para evitar que os portugueses adoeçam, ou que não adoeçam ao mesmo tempo, para que o SNS consiga dar resposta”, explicou António Sales. Assim, o Estado vai garantir várias encomendas provenientes da China para que não falte material de proteção médica nos próximos tempos.

COVID-19. Portugal já tem 2060 infetados e 23 mortos
COVID-19. Portugal já tem 2060 infetados e 23 mortos
Ver artigo

O secretário de Estado da Saúde garantiu que esta semana haverá disponíveis dois milhões de máscaras cirúrgicas, dois milhões de máscaras FP2 e ainda 150 mil zaragatoas. O mesmo referiu que este material será “distribuído tendo em conta as necessidades”.

A capacidade de testagem também está a crescer. António Sales referiu que o Serviço Nacional de Saúde tem agora capacidade para realizar 2.500 testes por dia, e que o setor privado tem1.500 para testar casos novos de COVID-10. Portugal tem ainda uma “capacidade em stock de cerca de 20 mil testes”.

Uma das preocupações agora passa pelos lares de idosos, onde uma contaminação pode trazer graves problemas, tanto para os técnicos que lá trabalham como aos residentes. Neste sentido, estão a ser criadas bolsas de voluntários para ajudar. “Podem recorrer a bolsas de voluntários para prestação de cuidados aos utentes. Não hesitem em recorrer”, referiu o secretário de Estado.

Ao todo, Portugal soma mais de duas mil pessoas infetadas, sendo que uma percentagem destes são médicos, enfermeiros e profissionais de outras classes. Nesta conferência foram também atualizados estes dados. Neste momento existem 165 profissionais de saúde infetados, sendo que 82 são médicos, 37 enfermeiros e os restantes profissionais de outras classes.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.