O sonho do grupo Cofina, que tencionava comprar a Media Capital, poderá ter terminado esta sexta-feira, 4 de setembro. De acordo com notícia avançada pelo Expresso, a espanhola Prisa vendeu a sua participação na Media Capital a um bloco de acionistas portugueses que se juntam ao empresário Mário Ferreira, que já detinha 30,22% das ações do grupo.

No total, o grupo de acionistas portugueses terá desembolsado 36,85 milhões de euros pelos 64,47% da Media Capital detidos pelo grupo espanhol. Entre os novos donos da empresa que detém títulos como a TVI, a Plural Entretainment e a Rádio Comercial estão a empresa Triun (20%) e a família Serrenho, dona das tintas CIN (10%.).  Um consórcio liderado pelo grupo IBG - International Business Group terá também um acordo para adquirir cerca de 12% da Media Capital. Associado a este bloco está Tony Carreira.

Cristina confirma pedido de indemnização de 20 milhões: "Não tem qualquer fundamento"
Cristina confirma pedido de indemnização de 20 milhões: "Não tem qualquer fundamento"
Ver artigo

O empresário Luís Guimarães, do grupo têxtil Polopiqué, surge associado a um grupo de investidores com 16%. Cristina Ferreira, atual diretora de entretenimento e de ficção da TVI, ficará com 2,5% do capital. Entre os novos acionistas estará também, de acordo com o Expresso, Pedro Abrunhosa.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.