Precisamente uma semana depois de o jogador de futebol Rúben Semedo, acusado de violar uma menor, ter sido libertado após pagar uma fiança de dez mil euros, a mãe da alegada vítima fala pela primeira vez sobre o que aconteceu. O silêncio foi quebrado esta quarta-feira, 9 de setembro, com o objetivo de acabar com os rumores sobre a filha antes que esta regresse às aulas.

Um dos primeiros pontos abordados foi a alegada mensagem que o central do Olympiacos recebeu no Instagram — "Boa sorte na prisão! Dás-me 15 mil euros e eu não digo nada" —, posteriormente divulgada pela imprensa grega.

"Quanto à mensagem supostamente ameaçadora e chantagista recebida por um dos acusados [Rúben Semedo] ​​pouco antes da acusação ser tornada pública, esclareço que ela partiu de uma conta do Instagram com os seus dados visíveis. Essa pessoa é seguidora da minha filha nessa rede social e trocou contacto com ela apenas uma vez. Acreditamos que essa pessoa obteve a informação através do círculo de amigos da minha filha, a quem ela recorreu para falar do seu problema", disse a mãe de jovem de 17 anos, através do advogado Alexis Kougias, de acordo com o "Jornal de Notícias".

Revelada mensagem enviada a Rúben Semedo: "Dás-me 15 mil euros e não digo nada"
Revelada mensagem enviada a Rúben Semedo: "Dás-me 15 mil euros e não digo nada"
Ver artigo

A mãe pronuncia-se ainda sobre um vídeo que tem circulado nas redes sociais e no qual, segundo a esta, não aparece a filha. "Na verdade, nem mesmo a rapariga que estava com ela naquela noite aparece nesse vídeo. Este é um vídeo, em que aparece um dos arguidos, com duas raparigas independentes ao caso, muito provavelmente num carro que não o usado naquela noite", disse,  continuando a defender a filha, afirmando que esta que não trocou qualquer mensagem com nenhum dos réus envolvidos no caso.

Além de Rúben Semedo, foi julgado um nigeriano, de 40 anos, que também terá estado no bar de praia em Oropos, Grécia, naquela noite e terá violado a jovem, de acordo com o testemunho da alegada vítima.

"Tinha consumido muito álcool e fui deitar-me num dos quartos da casa [de Rúben Semedo]. Acabei por adormecer. Um pouco depois, o outro homem [o suspeito nigeriano] entrou e, aproveitando-se do meu péssimo estado, obrigou-me a ter relações sexuais. Mais tarde, depois de ele sair, [Rúben] Semedo entrou no mesmo quarto e, depois de trancar a porta, obrigou-me também a ter relações sexuais", terá dito a vítima, de acordo com o jornal grego "Dikastikoreportaz".

Nas declarações, a mãe da alegada vítima levanta ainda algumas questões em que mostra indignação sobre o caso. "E vocês estão felizes que um atleta de 27 anos, um exemplo para muitos jovens, ande com meninas menores de idade? É prática comum o acusado filmar os menores com quem tem um caso? Existem outros vídeos de pornografia infantil no telemóvel dele?".

"Se era namorada, porque dizem que foi violada?". Especialistas defendem mudança de mentalidades
"Se era namorada, porque dizem que foi violada?". Especialistas defendem mudança de mentalidades
Ver artigo

Quanto a outros comentários que tem visto nas redes sociais que dão a entender que a jovem terá provocado a violação, a mãe disse: "Acho que todos podemos concordar que uma rapariga tem o direito de usar as roupas de que gosta, de publicar fotos provocantes nas redes sociais de biquíni e que isso não é um convite para a violação", finalizou.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.