A Comporta é uma das zonas do País mais procuradas no verão, e é frequente juntarem-se vários grupos de amigos, famílias, que passam férias naquela região perto de Tróia. Esta quinta-feira, 25 de junho, a GNR de Grândola teve de ser chamada a uma moradia privada onde um grupo de 40 pessoas se divertia numa festa, algo que viola as regras em vigor no País, que proíbem ajuntamentos superiores a 2o pessoas.

A ação dos militares aconteceu após uma queixa. Houve "uma denúncia de que estaria a decorrer uma festa privada, onde estariam algumas dezenas de pessoas", pode ler-se numa nota da GNR. Os militares foram até ao local, uma moradia privada, isolada, e depararam-se com uma festa onde estavam cerca de 40 pessoas a divertir-se. A GNR chamou o proprietário do espaço e informou-o de que, de acordo com as regras em vigor que resultam da pandemia, teria de pôr fim imediato à festa e enviar os convidados para suas casas. "O responsável da festa foi informado de que não é permitido o ajuntamento superior a 20 pessoas, em respeito pelas normas em vigor. Após terem sido abordadas pelos militares da GNR, as pessoas presentes no evento acataram as indicações e terminaram a festa", pode ler-se na mesma nota.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.