Morreu Fábio Guerra, o agente da PSP da esquadra 64 de Alfragide, que foi fortemente agredido ao tentar travar um conflito à porta de uma discoteca em Lisboa, na madrugada deste sábado, 19 de março. Estava em coma desde a data do incidente, no hospital São José, em Lisboa, mas durante a manhã desta segunda-feira, 21 de março, acabou por não resistir às graves lesões cerebrais que sofreu.

Agentes da PSP de folga agredidos ao tentar travar conflito numa discoteca. Um deles está em coma
Agentes da PSP de folga agredidos ao tentar travar conflito numa discoteca. Um deles está em coma
Ver artigo

Ao que a CNN Portugal conseguiu apurar, a informação já terá sido comunicada aos familiares, que, à hora de publicação deste artigo, ainda se encontram na unidade hospitalar, em Lisboa.

Recorde-se de que o incidente aconteceu na madrugada deste sábado, 19 de março, depois das 6h da manhã.Fábio Guerra e outros três agentes estavam de folga, vestidos à civis, quando se depararam com um conflito à porta do espaço noturno.

As agressões terão começado após um grupo de jovens ter entrado em confrontos físicos com os seguranças da discoteca, o que levou os agentes da PSP a intervir, apesar de não se encontrarem em serviço. 

Os quatro agentes foram imediatamente levados para o hospital e a primeira notícia do conflito já reportava Fábio Guerra em coma. O agente de 30 anos não resistiu aos ferimentos graves, mas os outros três agentes já tiveram alta hospitalar e foram entretanto ouvidos pela Polícia Judiciária.

Até à data, há três suspeitos identificados pelas autoridades. No entanto, ainda não há registo de quaisquer detenções, avança a mesma publicação.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.