O ensaísta Eduardo Lourenço, de 97 anos, morreu esta terça-feira em Lisboa. A notícia foi confirmada à Agência Lusa, citada pelo "Expresso", por fonte da Presidência da República.

Eduardo Lourenço era um conhecido professor, filósofo, escritor, crítico literário, ensaísta e interventor cívico e foi galardoado diversas vezes ao longo da sua carreira. Foi Prémio Camões em 1996, Prémio Pessoa em 2011 e recebeu a Medalha de Mérito Cultural do Ministério da Cultura em 2008.

Escreveu "O Labirinto da Saudade", assim como "Pessoa Revisitado", um livro que reúne todos os textos escritos por Eduardo Lourenço que têm como tema central a obra pessoana, contemplando textos publicados e ensaios inéditos, escritos ao longo de mais de três décadas.

Eduardo Lourenço Faria nasceu em 23 de maio de 1923, em S. Pedro do Rio Seco, no concelho de Almeida, na Beira Baixa.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.