É o fim de uma era. No ano é que o Jamaica celebra 50 anos, vai mudar de localização. Mas não vai sozinho. O histórico clube noturno vai, juntamente com o Tokyo e o Europa, sair do Cais do Sodré e rumar a oriente.

As três casas de diversão noturna vão reabrir no Cais do Gás, situado ao lado da estação fluvial do Cais do Sodré. Jamaica, Tokyo e Europa vão ocupar armazéns, transformando aquela zona num dos pontos de passagem daquela que se espera que seja a movida lisboeta pós-pandemia.

Cais do Sodré
Cais do Gás (à esquerda no mapa) fica ao lado da estação fluvial do Cais do Sodré

O anúncio da mudança foi feito esta sexta-feira, num comunicado conjunto dos três clubes noturnos. "A era do Cais do Gás sucede à do Sodré. O perfil dos clubes continuará sólido: os clássicos da 'pop-rock' no Jamaica, concertos no Tokyo e a música eletrónica no Europa. As obras começam em março e a inauguração deverá acontecer no final do ano, mediante a evolução da pandemia da covid-19". Bares e discotecas, recorde-se, estão fechados desde março de 2020.

A mudança, que já estava a ser preparada desde 2015, resulta de um protocolo com a Câmara Municipal de Lisboa, proprietária dos armazéns onde se instalarão os clubes. Os projetos de arquitetura e as obras vão ser pagos pelos donos dos três clubes, que vão ainda pagar uma renda à autarquia.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.