Se é um apaixonado pela indústria da moda ou simplesmente quer visitar um novo museu em Portugal, aponte na agenda: o Museu da Moda e do Têxtil abre ao público já no próximo dia 20 de maio, pelas 12h00.

Em pleno centro histórico de Vila Nova de Gaia, junto às caves do vinho do Porto, foi construído num ano marcado pela pandemia da COVID-19 um edifício que apresentará aos portugueses, e não só, o melhor da indústria têxtil e da moda de autor, noticia este domingo, 9 de maio, o "Diário de Notícias". 

BTS assinam com Louis Vuitton. Descubra como o K-pop está a revolucionar o mundo da moda
BTS assinam com Louis Vuitton. Descubra como o K-pop está a revolucionar o mundo da moda
Ver artigo

O Museu da Moda e do Têxtil  fica no novo quarteirão de Gaia designado por WOW (World of Wine) e irá apresentar a coleção "Fashion & Design" numa área de cerca de dois mil metros quadrados, organizada em dois pisos.

Logo no primeiro, as pessoas poderão conhecer mais sobre a história da indústria têxtil em Portugal e saber qual a importância que o setor representou para o desenvolvimento da região Norte do País e para a economia nacional. Esta apresentação será feita através de uma linha do tempo com os momentos marcantes, desde o século XVI até à atualidade. Além destes aspetos, o primeiro piso contará ainda oficinas e uma montra que explicam os processos produtivos de uma peça de roupa.

O segundo piso do museu é dedicado à moda de autor, ao calçado nacional e à arte da filigrana (uma técnica de soldar finos fios de metal, de forma a compor um desenho).

Neste piso, haverá ainda um espaço dedicado ao trabalho dos pioneiros do setor da moda, como Eduarda Abbondanza e Mário Matos Ribeiro, Ana Salazar, José António Tenente, João Tomé e Francisco Pontes ou Manuela Gonçalves. Trabalho de designers nacionais reconhecidos internacionalmente como Miguel Vieira, Luís Buchinho, Nuno Baltazar, Fátima Lopes, Maria Gambina, entre outros, estarão ainda expostos no segundo andar do museu.

Catarina Jorge, coordenadora do projeto, citada pelo "DN" considera que há que "formar as novas gerações para terem o cuidado na compra dos artigos", e na forma como "consomem moda" e, por isso, o museu irá refletir também temas como a sustentabilidade e a reciclagem no mundo da moda. 

O Museu da Moda e do Têxtil, que custou cerca de 1o milhões de euros, foi desenhado pele arquiteto Vítor Miranda com o Studio Astolfi e está incluído num projeto maior que comtempla mais cinco museu localizados junto ao Rio Douro no novo quarteirão de Gaia designado por WOW. Aqui poderá ainda encontrar o Museu do Vinho, Museu sobre a Região do Porto, Museu da Cortiça, Museu do Chocolate e o Museu sobre o ritual da bebida.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.