No início desta semana foi noticiado que na segunda metade do mês de agosto Portugal ia sofrer uma onda de calor extremo semelhante à que se tem assistido na Grécia e na Turquia. Contudo, esta sexta-feira, 6 de agosto, o Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) esclarece que prevê-se uma situação normal para o mês de agosto.

"A região do mar Mediterrâneo Central e Oriental, tem sido alvo de uma de calor desde o final do mês de julho, afetando partes da Turquia, Grécia e Itália com incêndios devastadores e de grandes dimensões, ameaçando populações e zonas edificadas. De salientar que, presentemente, não se prevê a ocorrência deste tipo de condições meteorológicas extremas em Portugal", avançou o IPMA à MAGG. Para a então segunda metade de agosto, de 16 a 22 de agosto e de 23 a 29 de agosto, as previsões apontam para temperaturas normais no mês de agosto, não havendo "indicação de valores anómalos significativos relativamente à temperatura média para o território continental", esclarece o IPMA.

6 novos hotéis com piscina no Algarve que custam menos de 100€ por noite (e ainda aceitam reservas)
6 novos hotéis com piscina no Algarve que custam menos de 100€ por noite (e ainda aceitam reservas)
Ver artigo

Contudo, o risco de incêndio muito elevado a máximo abrange várias regiões de Portugal nas próximas semanas, sendo que esta sexta-feira mais de 30 concelhos estão em risco máximo de incêndio.

O calor previsto para agosto contrasta com o estado do tempo nos últimos dias Portugal, dominado por chuva e humidade, mais do "que o normal para a época do ano", aponta o IPMA, situação que se estende às temperaturas máximas, também abaixo do normal.

Até este sábado, 7, a previsão é de precipitação fraca na região do Minho e Douro litoral devido à entrada de ar marítimo de oeste no território continental, e para o restante território o IPMA descreve que o tempo será seco e as temperaturas permanecerão baixas para a época do ano, com os termómetros a atingir os entre 30 e 35°C nas regiões do interior norte e centro e do Alentejo e Algarve.

O panorama muda a partir de domingo, 8, com o aumento das temperaturas máximas devido ao enfraquecimento do vento que tem dominado o território continental nos últimos dias. Assim, de domingo até 14 de agosto, as previsões atuais apontam para temperaturas máximas abaixo de 30°C no litoral e abaixo de 39°C no interior. O termómetro pode chegar até aos 40º ou 42ºC, mas apenas nos vales do Douro, Tejo e Guadiana, "apresentando-se ainda alguma incerteza nesta ordem de valores", avisa o IPMA.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.