Para desenvolver uma teoria da conspiração só é preciso uma coisa: imaginação. A teoria em si, nem sequer precisa de ser credível – quanto mais absurda, melhor. E prova disso é que as há sobre quase tudo, e por mais ridículas que pareçam, há (sempre) quem acredite nelas.

No caso destas dez, são populares entre várias celebridades – há quem acredite que a ida à lua foi encenada, e quem tenha a certeza de que a terra é plana. 

1. O Facebook e a Google foram desenvolvidos pela CIA

Em 2010, M.I.A disse à Nylon que "a Google e o Facebook foram desenvolvidos pela CIA, e os utilizadores precisam de saber isso". Para a rapper britânica, "todos os governos estão ligados à Google, e mostram às pessoas o que querem que elas vejam." E, de facto, não têm faltado escândalos que envolvem umaoutra, e que levam M.I.A a sentir que a razão está do seu lado.

A Google sabe com quem fala e que locais visita regularmente. Mas como?
A Google sabe com quem fala e que locais visita regularmente. Mas como?
Ver artigo

2. O vírus da sida foi criado pelo homem

Kanye West acha que o vírus da sida foi criado pelo homem, com um propósito muito específico – o de acabar com as pessoas de raça negra, e com os homossexuais.

Foi isso que disse em 2005, num concerto de angariação de dinheiro para o combate à sida e à pobreza, e à revista "Rolling Stone", no ano seguinte. "Os meus pais ensinaram-me que a sida foi criada pelo homem, para se ver livre de pessoas indesejáveis."

Mas não é o único. Spike Lee acredita que o vírus foi implantado pelo governo. Segundo o "Washington Post", terá dito à "Rolling Stone" que a sida é muito mais do que uma doença misteriosa, para a qual não há cura."Há muita gente que vai ter de dar muitas explicações sobre a sida. Do nada, aparece uma doença para a qual não há cura, e que afeta, sobretudo, homossexuais e minorias. Uma doença misteriosa, ou um genocídio."

3. Teoria dos "chemtrails"

Ainda no seio da família Kardashian, Kylie Jenner acredita que o rasto branco que os aviões deixam para trás (chemtrail), e que fica marcado no céu, é uma mistura de substâncias químicas capazes de controlar as pessoas, o clima, e até de provocar doenças.

E não é a única. A crença é partilhada por outras celebridades, entre as quais está a atriz Hayden Panettiere.

4. A ida à lua foi encenada

Neil Armstrong pisou a lua em 1969, quando ainda ninguém o tinha feito. 49 anos depois, ainda há quem pense que tudo não passou de uma encenação.

As dúvidas da americana Whoopi Goldberg, por exemplo, são bastante específicas – no programa "The View", a atriz disse que nunca conseguiu perceber quem fotografou os astronautas na lua, nem como foi possível a bandeira ter ondulado, sem ar. No mesmo programa, salientou a sua adoração por "boas teorias da conspiração."

Ao "Paris Première", a atriz francesa Marion Cottilard terá dito que não acredita que nenhum homem tenha posto os pés na lua. "Será que o homem foi mesmo à lua? Vi muitos documentários sobre isso e tenho algumas dúvidas. De qualquer modo, não acredito em tudo o que foi dito."

5. O 11 de setembro não foi bem como nos contaram

Teorias sobre o 11 de setembro não faltam, e até há quem acredite que nem sequer houve aviões envolvidos no ataque. Mas há uma coisa comum a quase todas elas: a responsabilidade do governo norte-americano.

E há várias celebridades que acreditam nestas teorias – prova disso é que muitos atores chegaram a assinar uma petição que queria obter a autorização do antigo presidente Barack Obama, para a realização de uma nova investigação sobre o ataque.

Nova Iorque como nunca viu. Fotógrafo divulga 17 fotos inacreditáveis da cidade
Nova Iorque como nunca viu. Fotógrafo divulga 17 fotos inacreditáveis da cidade
Ver artigo

Numa entrevista que deu em 2007, o ator Mark Ruffalo disse que viu a maneira como as torres se desmoronaram, e acredita que nenhum edifício cai daquela maneira. “A investigação começou no momento que os aviões bateram nas torres e terminou no momento em que caíram ao chão – não há nada antes ou depois disso. Para mim, isso torna-a ilegítima."

Na mesma entrevista, realçou a vontade de ver a investigação reaberta. “Ninguém sabe o que realmente aconteceu. Sou totalmente a favor da reabertura da investigação."

O ator Martin Sheen também tem algumas dúvidas em relação ao que se passou no 11 de setembro. Segundo o "HuffPost", terá dito que "há muitas perguntas que ficaram sem resposta, e que são perturbadoras" e que as circunstâncias em que o terceiro edifício (Edifício 7) se desmoronou, foram "muito, muito suspeitas." O nome do ator chegou a ser apontado para o filme "September Morn" que vinha questionar a narrativa oficial dos ataques de 2001, mas o filme nunca chegou a ser realizado.

O seu filho, Charlie Sheen, que fez parte do elenco de um filme sobre o ataque – "9/11" – põe as culpas no governo de Bush. Do outro lado, está a comediante Rosie O'Donnell, que não acredita no envolvimento do governo no ataque, mas estranha o facto de aquela ter sido "a única ocasião na história, em que o fogo foi capaz de derreter aço." Foi isso que disse no programa "The View".

Ed Asner foi o ator que deu a voz a Carl no filme Up, e acredita que tudo não passou de uma demolição controlada. "Este país é o maior e o mais forte de todo o mundo – é o mais poderoso. A sua defesa nunca tinha sido penetrada, e foram dezanove sauditas que o conseguiram fazer. Alguns, nem sequer sabiam voar", disse num podcast do "The Adam Carolla Show".

A estação de metro secreta de Nova Iorque que está fechada há 73 anos
A estação de metro secreta de Nova Iorque que está fechada há 73 anos
Ver artigo

Willie Nelson e Marion Cottilard também acham que o 11 de setembro ocorreu em circunstâncias estranhas. No programa "Infowars", o cantor afirmou que, entre a queda das torres e uma implosão a que tinha assistido em Las Vegas, havia demasiadas semelhanças. "Quão ingénuos somos nós?", perguntou. Por sua vez, a atriz francesa, na mesma entrevista em que duvidou da ida do homem à Lua, terá afirmado: "Já vimos outras torres a serem atingidas por aviões. Em Espanha, uma esteve a arder durante 24 horas, mas nunca colapsou."

Ainda em relação ao 11 de setembro, o agora presidente Donald Trump jura que alguns "indivíduos árabes" terão festejado a queda das torres gémeas. "Aconteceu. Havia pessoas a celebrar do outro lado de Nova Jérsia, onde há muitas comunidades árabes. Estavam a celebrar enquanto o World Trade Center desmoronava."

6. As vacinas são perigosas

No que toca às vacinas, as teorias vão do oito ao 80. Há quem acredite que não têm qualquer efeito, e quem acredite que são capazes de provocar autismo. Robert De Niro, Jenny McCarthy e Rob Schneider são algumas das celebridades anti-vacinas. Mas não só – também o presidente Donald Trump tem algumas dúvidas sobre o tema.

Quanto ao ator Jim Carrey, diz que não tem nada contra as vacinas, a menos que contenham timerosal, uma substância química com mercúrio e potencialmente perigosa, que, no entanto, não é utilizada desde 2001.

7. Michael Jackson foi assassinado

Michael Jackson morreu em 2009, na sequência de uma paragem cardíaca, depois de ter ingerido uma dose excessiva de medicamentos. Mas, para uma das filhas, Paris Jackson, não foi isto que aconteceu. A atriz acha que o pai foi assassinado, e à "Rolling Stone" disse que "os fãs e a família sabem disso."

8. Lee Harvey Oswald não matou John F. Kennedy (sozinho)

John F. Kennedy foi assassinado em novembro de 1963, e terá sido Lee Harvey Oswald quem disparou os tiros que mataram o então presidente dos Estados Unidos. Menos para Bruce Willis, que disse à "Vanity Fair"  (em 2007) que o assassino de Kennedy ainda estava à solta. “Vão matar-me por dizer isto, mas tenho a certeza de que essas pessoas ainda estão no poder.” Só não explicou a quem se referia.

Nesta exposição pode ver os Kennedy como nunca os viu
Nesta exposição pode ver os Kennedy como nunca os viu
Ver artigo

Oliver Stone realizou o filme “JFK” e também tem uma teoria, ainda que menos rebuscada – acredita que Lee Harvey Oswald esteve envolvido no crime, mas que não terá agido sozinho.

9. 1x1 = 2 (e a matemática está toda errada)

Terrence Howard deixou um curso de Engenharia Química a meio, mas foi durante uma discussão com um professor que cimentou a sua teoria de que 1x1 = 2, e que toda a matemática está errada. E levou-a tão a sério, que até lhe deu um nome – "Terryology".

"Este é o último século em que vão ensinar às crianças que 1x1=1. Daqui a 20 anos, elas saberão que 1x1=2. Vamos mostrar-lhes a verdade – a verdadeira matemática universal", disse à "Rolling Stone".

10. A terra é plana

B.o.B acredita que a terra não é redonda, mas sim plana. E não é o único. A sua crença é partilhada por Kyrie Irving (jogador da NBA), e pela estrela de um programa da MTV Tila Tequilla. O rapper americano tem uma música sobre a teoria em que acredita (Flatline), e todo um álbum (E.A.R.T.H) em que faz menção a várias outras teorias da conspiração.

Em 2017, terá começado uma campanha no GoFundMe, na tentativa de angariar o dinheiro suficiente para enviar satélites para o espaço, e assim conseguir provar que a Terra é plana.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.