Uma bola de fogo originou um forte clarão no céu na madrugada desta segunda-feira, 16 de novembro, possível de observar na região sul de Portugal. O fenómeno, que aconteceu às 3h49, foi registado pelos sensores do projeto SMART, do Instituto de Astrofísica da Andaluzia (IAA-CSIC), dos observatórios astronómicos de Calar Alto (Almeria), Sevilha e La Hita (Toledo).

O principal investigador do projeto SMART, José María Madiedo, do IAA-CSIC, explica que a chamada bola de fogo é, no fundo, uma rocha de um asteroide que entrou na atmosfera a 227 mil quilómetros por hora.

Sabia que as toalhas têm validade? 5 explicações para fenómenos do dia-a-dia
Sabia que as toalhas têm validade? 5 explicações para fenómenos do dia-a-dia
Ver artigo

A velocidade é a razão para a rocha se ter transformado numa bola de fogo de enorme luminosidade que começou a uma altitude de cerca de 132 quilómetros a oeste da Andaluzia.

A forte luz da bola de fogo foi visível no sudoeste da Península Ibérica e acabou por se extinguir já a uma altitude de 60 quilómetros acima do sul de Portugal, tal como é explicado pela agência espanhola Efe e possível de observar nas imagens divulgadas pelos responsáveis do projeto SMART  — cujo objetivo é monitorizar continuamente o céu de modo a registar e estudar o impacto na atmosfera terrestre de rochas de diferentes objetos do Sistema Solar.

Devido à forte luminosidade provocada pela bola de fogo, foi possível observar o fenómeno a olho nu numa grande parte do sul e centro de Espanha.

Veja o momento inédito.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.