A maior feira de noivos do País está de regresso já em outubro e, mais uma vez, em conjunto com a Operação Nariz Vermelho, conta com uma banca que promete tornar o seu casamento (ainda) mais especial.

Bruno Nogueira e os 10 mil euros para a Operação Nariz Vermelho. "Apanhou-nos de surpresa"
Bruno Nogueira e os 10 mil euros para a Operação Nariz Vermelho. "Apanhou-nos de surpresa"
Ver artigo

À semelhança de anos anteriores, a Operação Nariz Vermelho (ONV) vai marcar presença na feira ExpoNoivos, com uma panóplia de produtos que garantem tornar a sua cerimónia mais dinâmica, divertida e solidária.

O evento, direcionado a todos os casais e respetivas famílias na preparação do casamento, vai marcar presença na Feira Internacional de Lisboa (FIL), no Parque das Nações, em Lisboa, nos dias 16 e 17 de outubro, e posteriormente segue rumo ao Porto, mais precisamente à Exponor, nos dias 30 e 31 do mesmo mês.

Com o principal objetivo de contribuir para o bem-estar e felicidade de crianças hospitalizadas, a Operação Nariz Vermelho e a ExpoNoivos uniram-se e decidiram desafiar os noivos a escolher, como lembrança de casamento (e não só), o tradicional nariz vermelho, que há mais de 19 anos é uma das imagens de marca da associação.

Dia do Nariz Vermelho. A 1 de junho, pode "meter o nariz" — é por uma boa causa
Dia do Nariz Vermelho. A 1 de junho, pode "meter o nariz" — é por uma boa causa
Ver artigo

Para além do tradicional nariz, que promete aprimorar as fotografias da festa, pode ainda visitar a banca da Operação Nariz Vermelho, onde encontra vários produtos, desde baralhos de cartas a livros de colorir, personalizados e à medida de cada cerimónia.

“Nota-se que os noivos procuram que o dia do seu casamento seja o mais personalizado possível. Muitos casais têm uma ligação à nossa causa e querem aproveitar o seu dia mais especial para chamar a atenção para o trabalho que desenvolvemos e partilhá-lo com aqueles que mais amam”, explica Luiza Teixeira de Freitas, presidente da Operação Nariz Vermelho, em comunicado.

Os "doutores palhaços" já voltaram a distribuir sorrisos

Recorde-se de que, desde 2002, que a Operação Nariz Vermelho, enquanto instituição solidária, procura assegurar um programa de intervenção de 17 hospitais portugueses, através da visita de palhaços profissionais. Estes artistas têm formação especializada no meio hospitalar e trabalham, lado a lado, com os profissionais de saúde, sendo que realizam atuações adaptadas a cada criança e a cada situação. Mas, em 2020, o panorama mudou.

Como consequência da pandemia, a Operação Nariz Vermelho viu-se obrigada a suspender as visitas aos quartos de crianças hospitalizadas. Ao fim de quase dois anos de afastamento físico devido à COVID-19 , os “doutores palhaços” já voltaram a distribuir (ainda que de forma parcial) presencialmente sorrisos aos mais novos. No entanto, por enquanto, apenas em dez dos 17 hospitais.

Embora a ONV já tenha regressado parcialmente, o principal objetivo da Instituição é conseguir voltar fisicamente aos 17 hospitais com os quais colabora, em prol de uma interação “mais completa e mais real”, afirmou a presidente da instituição, declarações ao jornal "Observador".

A Operação Nariz Vermelho conta atualmente com uma equipa de 25 Doutores Palhaços com formação específica e 16 profissionais nos bastidores, que  asseguram um total de mais 53 mil encontros anuais com crianças hospitalizadas. O valor dos produtos adquiridos na ExpoNoivos visa suportar o bom funcionamento da ONV e garantir a viabilidade da associação.

Para mais informações, basta consultar o site da ONV, a página de Instagram ou de Facebook e, agora, ainda o TikTok oficial da associação.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.