O dia do Nariz Vermelho é uma iniciativa da ONV (Operação Nariz Vermelho) que alerta, junto da população, para a importância da solidariedade social. Esta data, que começou a ser celebrada há mais de uma década, vai hoje muito além dos estabelecimentos de ensino e formação, expandindo-se agora para as empresas, comércio e até para os particulares.

Palhaços na Linha. Crianças hospitalizadas recebem visitas virtuais dos Doutores Palhaços
Palhaços na Linha. Crianças hospitalizadas recebem visitas virtuais dos Doutores Palhaços
Ver artigo

À semelhança dos anos anteriores, o dia do Nariz Vermelho acontece a 1 de junho, dia em que também se celebra o dia Mundial da Criança, e a ONV convida-o a juntar-se à causa. Como? Basta inscrever-se no site oficial da organização.

Se for uma escola, receberá um cabaz à consignação de produtos solidários, que podem ser vendidos aos encarregados de educação, bem como aos professores, auxiliares, administradores e restante comunidade escolar. 100% das receitas revertem para a ONV e permitem que a instituição continue a oferecer visitas semanais às crianças dos 17 hospitais públicos com que colabora. 

Operação Nariz Vermelho
Operação Nariz Vermelho

Também as empresas podem dar o seu contributo, preenchendo o formulário de inscrição até 24 de maio. Ao fazê-lo, receberão uma caixa de produtos solidários com 100 narizes vermelhos, 40 garrafas reutilizáveis e 40 lancheiras, que poderão distribuir pelo estabelecimento, tornando-se, assim, embaixadores da iniciativa. 

Quanto ao comércio, a ideia é que se coloque um expositor, disponibilizado pela ONV, num local bem visível — no balcão, junto à caixa, na recepção ou noutro ponto de destaque — para que os seus clientes possam fazer a contribuição. Mais uma vez, todas as receitas revertem a favor da associação. 

Lembre-se que também pode apoiar a instituição doando 0,5% do seu IRS. Quando preencher a sua declaração, no modelo 3, quadro 11, campo 1101 - Instituições Particulares de Solidariedade, coloque o NIF: 506 133 729. Não existe qualquer encargo ou perda de beneficio fiscal.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.