A 1 de junho, Amber Heard foi condenada por difamação, tendo de pagar quase 10 milhões de euros ao ex-marido, o ator Johnny Depp, por "danos compensatórios" e "danos punitivos". O ator não saiu impune do julgamento, sendo que terá de pagar perto de 2 milhões de euros à ex-mulher, também por difamação.

Depp processou Heard depois da publicação, em dezembro de 2018, de um editorial no jornal "The Washington Post", escrito pela mesma. Intitulado "Falei publicamente sobre violência sexual — e enfrentei a ira da nossa cultura. Isso tem de mudar", acusava Johnny Depp de ser um agressor e retratava Amber Heard como uma vítima de violência doméstica.

Amber Heard condenada por difamação mas vai receber indemnização de Johnny Depp
Amber Heard condenada por difamação mas vai receber indemnização de Johnny Depp
Ver artigo

Na quinta-feira passada (9 de junho), a atriz de 36 anos voou para Nova Iorque num jato privado para conceder uma entrevista a Savannah Guthrie, para o programa "Today". Foi a primeira vez que falou em público após o veredito. Esta conversa, dividida em três partes, será transmitida por completo na sexta-feira, 17 de junho, na NBC, de acordo com o "Daily Mail".

Porém, esta segunda-feira de manhã, foi divulgado um excerto do diálogo no qual Heard alega que Depp saiu vencedor por ser uma figura acarinhada pelo público. "Eu não os culpo, eu entendo. Ele é uma figura amada e as pessoas acham que o conhecem. É um ator fantástico", disse, libertando o júri de culpas.

Ainda sobre o júri, a atriz acredita que este foi influenciado e conquistado pela "excelente representação" de Johnny Depp. Além disso, culpa também a "representação injusta" que o julgamento teve nas redes sociais. O julgamento que opôs este ex-casal foi um dos tópicos mais comentados na internet.

Até agora, a hashtag #JusticeForJohnnyDepp registou mais de 20.6 mil milhões de visualizações no TikTok, tal como divulga o "Daily Mail". Já a hashtag #JusticeForAmberHeard acumulou bem menos: 92.4 milhões. "Mesmo alguém que esteja certo de que eu mereço todo este ódio, mesmo quem ache que estou a mentir, não conseguia olhar-me nos olhos e dizer que considera que, nas redes sociais, houve uma representação justa", disse.

O veredito, que considera "injusto", terá tido origem, também, segundo a atriz, em pagamentos, da parte de Depp, aos funcionários que testemunharam no julgamento. "Três semanas e meia de testemunhos sobre o quanto sou uma pessoa inverosímil e como não se deve acreditar numa única palavra que saia da minha boca", disse, questionando como é que o júri poderia ter acreditado em si e não no ex-companheiro.

Os restantes comentários da atriz acerca do longo julgamento serão divulgados na próxima sexta-feira. Para já, Amber Heard queixa-se do "ódio" que enfrentou e tem enfrentado, das injustiças de que foi alvo (desde as testemunhas ao veredito em si) e da manipulação que terá existido.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.