Quem cresceu nos anos 90 não esquece a gigante rivalidade entre Christina Aguilera e Britney Spears. Podíamos ler sobre ela nas revistas em papel ou num qualquer programa da MTV. E, por mais que dançássemos ao som das duas, éramos obrigados a escolher: ou estávamos do lado da intérprete de "Baby One More Time" ou na equipa da cantora de "Genie in a Bottle". Agora, imaginem que nesta altura havia redes sociais? Auch.

Pois é. Com o Twitter, Facebook ou Instagram como meios de difusão de ideias e de opinião, é muito mais fácil falar para um público amplo. E se antes parecia haver sempre uma manipulação flagrante da imprensa, que semeava estes conflitos, hoje temos muitas celebridades a escolherem dizer aquilo que lhes apetece, quando lhes apetece. Kanye West é o rei dos tweets polémicos, não há dúvida.

Os 13 momentos mais WTF de Kanye West
Os 13 momentos mais WTF de Kanye West
Ver artigo

Mas recuemos ao início desta década. Reunimos as seis disputas mais marcantes.

Mariah Carey Vs. Jeniffer Lopez

Estávamos no final da década de 90, Mariah Carrey preparava-se para lançar o trabalho "Glitter", quando Jennifer Lopez surge na indústria da música com o álbum "On the Six", que vendeu cerca de seis milhões de cópias, só nos Estados Unidos. Ela era uma espécie de nova it girl, mundialmente conhecida. Problema: Tommy Mottola, que tinha sido produtor e era ex-marido de Carey, levou os samples que a cantora ia usar neste seu novo trabalho e deu-os à recém-chegada J.Lo.

Na sequência disto, numa entrevista a um canal alemão, em que Mariah tinha acabado de comentar Beyoncé, descrevendo-a como "boa compositora" e "boa cantora", a intérprete de "All I Want for Christmas is You" lança a frase que vem a tornar-se numa piada que ainda hoje existe e é tema de vários memes: quando questionada sobre J.Lo, a cantora simplesmente responde: "Eu não a conheço".

Há piadas que morrem, outras que se mantêm. Esta tornou-se tão emblemática que sobreviveu à década inteira de 2000. No correr dos anos, foram várias as ocasiões em que as duas cantoras foram questionadas sobre o assunto. Em 2014, Andy Cohen lançou, pela primeira vez, a questão a J.Lo. "Eu sei que isto é um assunto antigo, li algumas coisas que ela disse sobre mim e que não foram boas, mas nós nunca nos conhecemos", disse a cantora e atriz.

"Eu não estava a tentar ser engraçada, eu só disse a verdade. Eu estava a ser honesta e não sabia que isto ia ganhar uma proporção tão grande", comentou Mariah Carey.

A coisa podia ter ficado por aqui, mas a polémica entre as cantoras (que ninguém sabe bem se é real ou criada por terceiros), voltou a explodir quando no Billboard Music Awards, em 2015, a cantora latina foi apanhada a fazer scroll no telemóvel, no decorrer de uma atuação de Mariah Carrey.

"Não foi justo dizerem que eu estava a ler mensagens, porque eu assisti a uma grande parte do espetáculo. Mas foi uma performance muito longa", explicou a cantora no programa de Andy Cohen. "Não posso nem baixar a cabeça por alguns segundos que as pessoas ficam logo, 'olha para ela, olha para ela'.

Kim Cattrall Vs. Sarah Jessica Parker

As amigas da série e filmes "O Sexo e a Cidade" não são assim tão amigas na vida real. Pelo menos, agora. Kim Cattrall, que interpretava a nossa querida Samantha Jones, não ficou muito satisfeita com o salário que lhe foi oferecido pela altura do primeiro filme, em 2008, o que terá, alegadamente, levado a um conflito entre as duas atrizes, que terão criado um péssimo ambiente na rodagem.

Depois de um curto período de paz, com juras de amizade, chegou o segundo filme. O terceiro podia ter acontecido, mas a coisa não se deu porque Catrall avançou com exigências salariais, que não foram correspondidas, tendo, mais à frente, dito em entrevista ao jornalista britânico Piers Morgan que Sarah Jessica Parker poderia "ter sido melhor", avançando ainda que nunca foi verdadeiramente amiga do elenco do programa que decorreu entre 1998 e 2004.

Mas a coisa agravou: após a morte do irmão de Kim, a atriz que interpretou Carrie Bradshaw fez um tweet a lamentar a perda da suposta amiga. Não foi muito bem recebida: no Instagram, Catrall acusou a colega de estar a "explorar" a sua perda.

As 6 disputas entre celebridades mais marcantes da última década

Hillary Clinton Vs. Donald Trump

A disputa entre os dois candidatos à Casa Branca, em 2016, foi a mais séria e violenta da década e culminou com a nomeação de Donald Trump a presidente dos Estados Unidos.

Durante a eleição, além da alcunha "crooked Hillary", Donald Trump descreveu a candidata democrata como sendo o "diabo", disse que, em conjunto com o ex-presidente Barack Obama, tinha sido a co-fundadora do Estado Islâmico, tendo também usado a expressão "mulher perversa" para se referir à mesma. Por esta altura, apesar de mais ponderada, Clinton também não se ficava — tendo, inclusivamente, dito que o então candidato era o "fantoche" do presidente russo Vladimir Putin.

Só que a rivalidade prossegue até hoje. Aqui Donald Trump provoca a ex-candidata, desafiando-a a entrar na corrida para as eleições do próximo ano.

Ela responde:

Drake Vs. Kendrick Lamar

Este é um drama antigo, que transformou dois amigos em inimigos. Ora, então: o problema começa em 2018, quando Kanye West estava a trabalhar no álbum "Daytona", de Pusha-T, rival de Drake. Duas questões: o autor de "Life Of Pablo" foi indiretamente acusado de roubar as letras para este trabalho, na sequência de algumas indiretas dirigidas ao autor de "God's Plan" no tema "Infrared", contido neste mesmo álbum.

Mais tarde, a coisa começa a esquentar. Drake terá ligado a Kanye, ameaçando-o a ele e à família.

No Twitter foi relatando tudo, acusando também o ex-amigo de estar envolvido numa cena de violência que decorreu no concerto de Pusha-T, que deixou uma pessoa em estado grave, depois de ter sido agredido com golpes de faca.

Kanye West ainda foi mais longe: acusou Drake de estar envolvido na prisão do rapper 6ix9ine e na morte de XXXTentacion, que perdeu a vida num tiroteio, em setembro de 2019.

Ainda assim, no Twitter o marido de Kim Kardashian mostrou-se disposto a falar para resolver o problema.

Entretanto, a socialite também fez um tweet a criticar o rapper.

Drake nunca respondeu publicamente.

Katy Perry Vs. Taylor Swift

Tudo começou em 2014, quando Swift disse à "Rolling Stone" que o tema "Bad Blood" tinha sido inspirado numa rival. Parece que era Katy Perry: a confusão terá sido semeada quando a intérprete de "California Girls" contratou três dançarinos que já tinham trabalhado com Swift e que, assim, não puderam participar na tour "Red", prejudicando-a. Outra questão potencialmente conflituosa: ambas namoraram com o cantor John Mayer, o que terá levado a autora do álbum "Lover" a dizer que a ex-amiga era "muito competitiva".

O que é que se passa com Taylor Swift e Justin Bieber?
O que é que se passa com Taylor Swift e Justin Bieber?
Ver artigo

No programa "Carpool Karaoke" com James Cordon, Perry também se pronunciou sobre a zanga: "Ela começou. E é hora de acabar."

Ao contrário de outros famosos, as duas cantoras pop decidiram fazer as pazes. Em 2017, Katy Perry pediu publicamente desculpas numa transmissão ao vivo no YouTube. E, assim, a autora de "Roar" surge em "You Need to Calm Down", tema que integra o álbum de Taylor Swift "Lover".

Vin Diesel Vs. Dwayne Johnson

Em 2016 Dwayne ‘The Rock’ Johnson insultou publicamente o colega de elenco dos filmes "Velocidade Furiosa", Vin Diesel, na sequência de desentendimentos na rodagem do oitavo filme da saga, que estreou no ano seguinte. No Instagram, o ator publicou na sua conta de Instagram:

"A Universal é uma ótima parceira e as minhas colegas de elenco são sempre maravilhosas e adoradas, mas com os homens a história é outra. Alguns são honrados e profissionais sérios, mas outros não. E além de tudo são cobardes, idiotas. Quando o filme estrear em abril, vocês vão notar que em algumas cenas eu não pareço estar a atuar, o meu sangue parece estar a ferver a sério. Foi isso mesmo que aconteceu, era tudo real. Felizmente foi ótimo para o filme e ajudou muito na composição do Hobbs."

Mais tarde, o ator veio a assumir que a indireta era para o colega. Depois de alguns anos, os atores fizeram publicamente as pazes. Ainda assim, "The Rock" não integrará o elenco do novo filme, com estreia marcada para 2020.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.