Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz partilharam com os telespetadores do "Dois às 10", da TVI, algumas imagens relativas ao Dia do Pai. Mas quem acabou por ser surpreendido foi o apresentador que, sem saber, começou a ser entrevistado pela colega das manhãs. Cláudio revelou que, no último ano, não tem sido bom pai devido ao ritmo de trabalho que tem tido.

"Ela sabe que este é um sonho que estou a viver, mas este ano não estou a ser um bom pai", contou o apresentador do "Big Brother", referindo-se ao tempo que tem passado a trabalhar nos dois formatos que conduz na TVI, acabando por não passar tanto tempo com a filha Leonor, de 16 anos.

Goucha e Cláudio Ramos trocam elogios em manhã de homenagem. "És uma escola para todos nós"
Goucha e Cláudio Ramos trocam elogios em manhã de homenagem. "És uma escola para todos nós"
Ver artigo

Questionado por Maria Botelho Moniz sobre se está preparado para ver a filha crescer, Cláudio confessa que tem saudades dos tempos em que Leonor era bebé. "Não estou preparado. A Leonor é do mundo, mas eu não sou esse pai. Queria estar sempre com os olhos nela. Tenho a ideia de que os filhos não deviam sofrer nada. A nossa obrigação é protegê-los ao máximo", acrescentou.

O rosto das manhãs afirmou ainda que o mais difícil é a distância a que se encontra da filha, é que Leonor continua a residir em Vila Boim, Elvas, onde também Cláudio viveu toda a sua juventude.

E o comunicador continuou: "Quando ela me disse que tem um namorado ou que vai passar a passagem de ano com os amigos, percebes que está a crescer. Acho que posso continuar a dar-lhe a mão ou a falar com ela como se fosse um bebé, mas já não quer isso".

Leonor é a única filha de Cláudio Ramos, fruto do casamento, entretanto terminado, com Susana Moniz.

Percorra a galeria de fotos de Cláudio Ramos.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.