Uma simples ida ao Hospital de Santa Maria, em Lisboa, terminou em pesadelo para Filipa de Castro. Esta terça-feira, 17 de janeiro, a comentadora da CMTV relatou nas redes sociais o episódio da alegada agressão, que se terá passado no parque de estacionamento daquela unidade hospitalar. Filipa de Castro conta que os alegados agressores, "um homem e duas mulheres", a agarraram quando estava a preparar-se para estacionar o carro.

Depois de quase uma hora à espera de um lugar vago, a comentadora da CMTV preparava-se para parquear o carro quando foi abordada por uma mulher, que reclamava o mesmo espaço. "Saímos do carro, houve uma troca de palavras e, de repente, sai um senhor de gorro preto e dá-me um empurrão. Só tenho a imagem de ele estar de punhos cerrados, e cerrar a língua e me dar um empurrão", relata Filipa de Castro.

Veja o vídeo

A comentadora da CMTV diz que foi socorrida por um homem que também se encontrava no local. "Se não fosse esse senhor, não sei como é que estava". Após as alegadas agressões e insultos, Filipa de Castro terá pedido ajuda aos seguranças do parque, que não terão "feito nada".

Diz ainda que nas imediações só existia um polícia que "não podia fazer o auto". A comentadora da CMTV conta ainda que foi aconselhada a ir fazer queixa a uma esquadra. "O nosso sistema é este", lamentou.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.