Elena Huelva, uma influenciadora digital espanhola com 20 anos, luta desde o início da adolescência contra o cancro. Sempre fez questão de tornar pública esta batalha nas redes sociais. E foi também através delas que anunciou o pior: o estado de saúde agravou-se.

Conhecido barman morto com violência no Porto. Ajuste de contas na origem da morte
Conhecido barman morto com violência no Porto. Ajuste de contas na origem da morte
Ver artigo

Nascida em Sevilha em 2002, Elena tornou-se um verdadeiro símbolo de resiliência e da luta contra o cancro, depois de, em 2016, lhe ser diagnosticado um sarcoma de Ewing, um tipo de cancro raro que afeta maioritariamente os ossos de crianças, adolescentes e jovens adultos, assim como esclarece o site oficial do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS).

Este sábado, 3 de dezembro, a jovem publicou um vídeo no qual avisa os seguidores do agravamento da sua condição e onde aproveita para se despedir, agradecendo todo o apoio até então. Visivelmente emocionada e a tentar segurar o choro, apressa-se a dizer que "as coisas não estão a correr bem".

"Quero deixar claro que já ganhei. Por todo o amor e pelas pessoas que tenho ao meu lado, já ganhei"

"Encontraram mais doença na minha traqueia, o que é muito perigoso, como vocês sabem, porque é por onde respiramos. Não preciso de dizer muito mais", explicou, depois de desejar nunca ter de partilhar este vídeo. "Quero deixar claro que já ganhei. Por todo o amor e pelas pessoas que tenho ao meu lado, já ganhei", sublinhou, assim como citou o canal espanhol Telecinco.

No vídeo, a jovem de 20 anos, que está a perder a batalha contra o cancro, tenta manter uma aparência forte e satisfeita, apesar de estar na cama do hospital, cheia de tubos. "Aconteça o que acontecer, sei que a minha vida não foi em vão, porque lutei e consegui o que quero", garante, referindo-se a tornar o cancro num assunto debatido e com visibilidade.

"No final de contas, a vida é viver e levar as memórias que temos com as pessoas, e eu levo muitas lembranças boas com pessoas maravilhosas e muitas outras coisas", continuou, concluindo: "Queria agradecer-vos todo o carinho que sempre me deram".

Feita há 12 horas, a publicação foi inundada com mensagens de carinho, tanto por parte de anónimos, como de famosos, como a jornalista Sara Carbonero, o cantor Manuel Carrasco e a atriz Ana Obregón, cujo filho morreu da mesma doença, tal como dá conta o jornal digital espanhol "Okdiario".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.