"É muito bom voltar à casa onde estive durante 20 anos e, ainda por cima num projeto com este cunho". Palavra de Sôtor, ou melhor, do ator (e também doutor) José Carlos Pereira, que regressa à TVI na novela "Festa é Festa", depois de uma curta passagem pela SIC, onde participou na série "Golpe de Sorte".

Em "Festa é Festa", que tem liderado desde a estreia, José Carlos Pereira dá vida ao médico da aldeia da Bela Vista. Uma personagem um pouco mais séria do que as restantes da trama escrita por Roberto Pereira, mas que está longe de ter alguma semelhança com o ator,

Antes da estreia da novela, foi noticiado que a personagem encarnada por José Carlos Pereira seria um médico viciado em medicamentos. Algo que não corresponde à realidade e que o próprio ator ironiza, pela tentativa de estabelecer uma relação com os seus problemas do passado. "Isso é tudo uma tanga, não sei onde foram buscar isso. Não há paralelismo nenhum. Isso foi alguém que inventou, não tem nada a ver".

A trabalhar na Clínica Milénio e a gravar a nova novela da TVI, José Carlos Pereira diz sentir-se "grato" por conseguir conjugar as duas ocupações e ainda a vida familiar (o ator foi pai pela segunda vez a 1 de abril).

"Esta é uma boa fase da minha vida, não sei se é melhor. Espero que haja melhores (risos)! Tenho batalhado muito por isto, para que as coisas continuem a correr bem. As oportunidades vão surgindo, não podemos agarrar tudo. Ainda hoje [segunda-feira, 26 de abril] recebi o guião de uma série, que vou aceitar, porque são só três sessões". A série, confirma Zeca, não será para a TVI.

"É bom porque é uma coisa diferente. Também fiz a participação no 'Princípio, Meio e Fim', que me deu um gozo enorme. Aquilo é mesmo uma coisa fora da caixa. Fiquei muito agradado pelo convite, recebi imensas mensagens", relembra.

José Carlos Pereira fez uma discreta participação na série de Bruno Nogueira. Nos escassos segundos em que aparece no ecrã, surge vestido de médico. Uma aparição em nome próprio, algo reservado, nestes formatos, a figuras que têm preponderância suficiente na cultura pop para se auto interpretarem.

José Carlos Pereira com o elenco de
José Carlos Pereira com o elenco de "Princípio, Meio e Fim" créditos: Instagram

"Tenho a perfeita noção de que sou ícone pelas boas e más razões. Eu aprendi a saber brincar comigo próprio. Com tudo o que as pessoas dizem, se eu não brincasse comigo próprio, nem sequer tinha acabado o meu curso, estava fechado em casa, a olhar para quatro paredes. aprendi a levar a minha vida e a não ouvir os cães que ladram. E a caravana vai passando", explica o ator e médico de 42 anos.

"Posso ser médico mas vou continuar eternamente a ser ator"

Com dois filhos (Salvador, de 4 anos, fruto da relação com Liliana Aguiar e Tomás, de um mês, do namoro com Inês de Góis), José Carlos Pereira explica que leva atualmente uma "vida muito regrada" e sem "espaço para desvios". O domingo é para estar com os filhos que, por vontade do ator, serão apenas dois.

José Carlos Pereira foi pai pela segunda vez. Veja a primeira foto do bebé Tomás
José Carlos Pereira foi pai pela segunda vez. Veja a primeira foto do bebé Tomás
Ver artigo

"Fechei a loja. Deus sabe melhor do que eu mas, no que depender de mim, vou ficar por aqui. Tenho 42 anos, tenho muito trabalho para fazer é preciso ter alguma disponibilidade financeira e emocional para poder estar com dois filhos".

A 3 de setembro de 2001, completam-se 20 anos desde a estreia de "Anjo Selvagem", a novela que deu a conhecer José Carlos Pereira ao País. Ao longo dessas duas décadas, o ator nunca desistiu do curso de Medicina. Viveu momentos conturbados, tendo sido, em 2014, internado numa clínica de reabilitação. Tornou-se médico, exerce mas nunca esteve realmente afastado da representação. E explica porquê.

"Eu nunca disse que ia abandonar isto porque eu sei o que sinto. Eu posso até estar afastado durante uns meses mas, de repente, quando começo a ver alguma coisa... Isto é um bocadinho sermos grandes a brincar ao faz de conta. Este bichinho de quem representa e de quem gosta desta arte, nunca vai deixar de o ter. Eu posso ser médico mas vou continuar eternamente a ser ator", confessa.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.