A atriz e cantora Olivia Newton-John, que morreu esta segunda-feira, 8 de agosto, partiu sem saber o que aconteceu a Patrick McDermott.O operador de câmara foi a primeira relação conhecida depois de Olivia Newton-Joh, após ter-se divorciado do ator Matt Lattanzi em 1995, e não acabou da melhor forma. Após uma relação de nove anos, McDermott desapareceu em 2005 depois de ter partido numa viagem de pesca, com 22 pessoas, em San Pedro, Los Angeles.

O que aconteceu ninguém sabe, mesmo depois de várias buscas por parte da polícia e de detetives privados, e de terem sido apenas encontrados alguns pertences de Patrick no barco, como as chaves do carro, o passaporte e a carteira. O carro de McDermott também foi encontrado no mesmo local, estacionado na marina, de onde partiu a 30 de junho de 2005.

Patrick McDermott costumava fazer viagens de pesca noturna e naquela que reservou em 2005 decidiu partir com outras pessoas que não conhecia. No desembarque não houve contagem, por isso, no regresso ao destino ninguém deu pela falta de McDermott.

Morreu a estrela de "Grease". Olivia Newton-John tinha 73 anos
Morreu a estrela de "Grease". Olivia Newton-John tinha 73 anos
Ver artigo

Só passado quase mês é que a ausência de Patrick McDermott foi notada, quando não compareceu num evento de família, a 6 de julho de 2005. Cinco dias depois, a 11 de julho, foi oficialmente dado como desaparecido pelas autoridades.

Enquanto tudo isto decorria, Olivia Newton-John estava em digressão pela Austrália, pelo que também não se apercebeu de nada até ter sido lançado o alerta. Até à data da morte, a atriz e cantora nunca conseguiu apurar o que aconteceu, permanecendo a dúvida de se o ex-namorado teria morrido ou se estaria vivo e escondido no México (a viver num iate na costa de Sayulita e Acapulco, segundo o "Daily Mail) para fugir às dívidas de mais de 29 mil euros, incluindo uma dívida de mais de 7 mil euros que devia em pensão de alimentos ao filho que teve quando esteve casado com Yvette Nipar, de acordo com investigadores da estação televisiva "Dateline NBC".

Ao longo do anos surgiram mesmo testemunhas que afirmavam ter visto Patrick McDermott, mais precisamente cerca de 20 avistamentos, no México e na América Central, conforme apuraram os investigadores. Em 2010, um grupo de detetives privados recorreu a endereços IP de um site criado para localizar Patrick McDermott (FindPatrickMcDermott.com) para localizar o operador de câmara, que terão encontrado a viver no México.

Nunca nada disto foi provado e o caso acabou por ser encerrado a 15 de setembro de 2006 pelo Serviço de Investigação da Guarda Costeira por não haver "nenhuma evidência de ação criminosa, suicídio, acidente ou fraude no desaparecimento de McDermott" e novamente fechado a 30 de outubro de 2008 pela segurança marítima da Guarda Costeira dos Estados Unidos. Ambas as investigações concluíram que o cineasta provavelmente estava perdido no mar.

O mistério, que permanece até aos dias de hoje, acompanhou também Olivia Newton-John durante anos. "Acho que nunca vou ter realmente paz sobre isto", disse a atriz ao "60 Minutes" em 2016. "Acho que haverá sempre um ponto de interrogação", continuou.

Apesar de tudo, após o desaparecimento Olivia conseguiu refazer a vida amorosa e casou-se pela segunda vez em 2008, com John Easterling, fundador da Amazon Herb Co, com esteve até aos últimos dias.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.