Pedro Teixeira, que dá vida a um dos vilões da novela da TVI Quer o Destino, fez uma reflexão pouco comum sobre a primeira vitória da trama. Esta terça-feira, Quer o Destino ganhou pela primeira vez à rival da SIC, Nazaré. Com 1,24 milhões de telespectadores e 25% de share, a novela protagonizada por Sara Barradas ganhou à trama que tem Carolina Loureiro como protagonista (que registou no mesmo dia 1,239 milhões de telespectadores e 24,8% de share).

Numa altura em que a guerra entre SIC e TVI está ao rubro, o ator de Quer o Destino fez uma reflexão sobre as tensões provocadas pela batalha pela vitória e apelou à união.

"Hoje a nossa novela “Quer o Destino” foi a preferida dos portugueses. Isto quer dizer que fomos líderes de audiência, após quase um ano de gravações, e que a TVI voltou a estar no seu lugar de eleição, em primeiro lugar. Agora... Será que isto faz de nós melhores do que éramos há meio ano aou, por sua vez, faz a Nazaré, novela concorrente, pior do que era até então? Não me parece, nem tampouco acredito nisso", escreve o ator.

Rosto da TVI desde 2004, ano em que se estreou como ator na série juvenil Morangos com Açúcar, Pedro Teixeira afirma que o meio televisivo "é, por si só, um universo complexo de gestão de egos e sensibilidades".

"No entanto, desrespeitamos o nosso trabalho quando o nosso foco passam a ser as audiências e não a dedicação imprimida em todo e qualquer trabalho que abraçamos ao longo do nosso percurso."

"Hoje ganhámos, amanhã ganhará outro"

Sem desvalorizar a vitória de Quer o Destino, o ator diz ainda que a liderança pode mudar. "Hoje ganhámos nós, amanhã ganhará outro. E nós actores, devemos lembrar-nos que não somos melhores quando ganhamos, nem piores quando perdemos. A vida é mesmo assim, feita de altos e baixos, e deverá ser encarada como tal. Sem artifícios estéreis ou egos inflamados".

Pedro Teixeira apela ainda à união. "Pois a nossa classe profissional precisa de actores unidos e com sentido de responsabilidade. Posto isto, hoje celebramos nós e amanhã celebrarão vocês, quando, em boa verdade, deveríamos celebrar todos, e todos os dias, a magnífica oportunidade que nos é dada para fazermos aquilo que amamos, representar", conclui o ator de 39 anos.

Quer o Destino estreou-se em março de 2020 e Nazaré, a rival direta da SIC, está na segunda temporada, que arrancou em julho passado. A novela protagonizada por Carolina Loureiro é líder desde a primeira temporada, que arrancou em setembro de 2019.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.