O Príncipe Carlos está a ser criticado por ter percorrido 200 quilómetros num helicóptero privado para discursar em Cambridge sobre a necessidade de reduzir as emissões de gases tóxicos para a atmosfera.

O Duque de Gales voou da casa Highgrove, em Gloucestershire, até à Universidade de Cambridge,  para participar numa discussão no Whittle Laboratory, onde discursou acerca da descarbonização das viagens aéreas, pedindo aos investigadores que "agissem rapidamente para salvar este pobre e velho planeta", conta o "The Independent".

De acordo com o mesmo jornal, relatórios avançam que a viagem de helicóptero do príncipe terá emitido cerca de 2,5 toneladas de carbono para a atmosfera, o que equivale a um valor de 12 mil libras (14 mil euros, aproximadamente).

70 anos, 70 curiosidades sobre o príncipe Carlos
70 anos, 70 curiosidades sobre o príncipe Carlos
Ver artigo

Em resposta à polémica, a Clarance House emitiu um comunicado, justificando a situação: "O príncipe não está pessoalmente envolvido nas decisões sobre seus acordos de transporte, embora garanta que as emissões de carbono sejam compensadas todos os anos", disse um porta-voz, citado pelo jornal inglês. “Eles são feitos com base no que é possível dentro das restrições de tempo, distância e segurança", acrescentou.

A agenda concorrida do príncipe também foi argumento para justificar o sucedido. “Para ele comparecer em tantos compromissos no Reino Unido e no mundo, às vezes ele precisa voar".

A Clarance House garante que, assim que houver uma forma mais sustentável para conseguir responder a todos estes compromissos, o duque de Gales será o primeiro a usá-la.

Newsletter

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.