As saudades de nos arranjarmos para sair de casa e ir a um restaurante já são muitas. Apesar de os estabelecimento ainda não poderem abrir na sua totalidade, a partir desta segunda-feira, 5 de abril, já vai poder desfrutar de um bom pequeno-almoço, almoço ou jantar nas esplanadas portuguesas. Limite de quatro pessoas por grupo e dever de encerrar às 22h30 durante os dias de semana e às 13h00 ao fim de semana e feriados são as regras a cumprir por todos os estabelecimentos.

O Prego da Peixaria, A-bao-t, ou o Amor y Odio podem agora chegar-lhe a casa num só pedido
O Prego da Peixaria, A-bao-t, ou o Amor y Odio podem agora chegar-lhe a casa num só pedido
Ver artigo

De norte a sul do País são muitos os que se preparam para voltar a receber os clientes. Durante o confinamento, os  restaurantes e cafés adaptaram-se à nova realidade surgindo com novas ofertas de take away e alargando do raio de entregas para que todos pudéssemos continuar a saborear certas comidas que nunca vamos conseguir fazer em casa. Mas verdade é que, por mais que nos soubesse bem receber alguns dos nossos pratos preferidos, já todos sentimos falta do convívio de espalhada que tanto caracteriza o povo português.

Em Lisboa e no Porto pode passar a saborear presencialmente a comida do Guilty, que nos deixa rendidos só pelo aspeto, e ainda o famoso sushi de fusão do Yakuza. A esplanada do Soão- taberna asiática irá também abrir. Neste restaurante, até dia 11 de abril, pode provar o menu exclusivo, com pratos tradicionais indianos de diferentes regiões e culturas, elaborado para celebrar a chegada da primavera, que é marcada na Índia pelo Holi, também conhecido como o Festival das Cores.

Para a reabertura, alguns estabelecimentos preparam ainda ofertas, como é o caso d'O Prego da Peixaria onde, nas três casas (localizadas em Alvalade, Saldanha e Algés), a primeira imperial será por conta da casa até ao dia 19 de abril.

O difícil vai ser mesmo escolher por onde começar, mas para lhe facilitar a tarefa a MAGG deixa 15 sugestões.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.