Há muito que os restaurantes de hotéis sofrem daquele preconceito que ou são extremamente caros ou que o serviço não é o mesmo caso se tratem de clientes passantes, e não de hóspedes. Também é verdade que cada vez mais estes espaços fazem esforços para se comunicarem de forma independente das unidades hoteleiras, para que o público os considere tal e qual como aquilo que são: um restaurante como qualquer outro. Só calha estarem dentro de um empreendimento.

Adora piqueniques, mas não quer ter trabalho? O Epic Sana Algarve faz tudo por si, com comida de chef
Adora piqueniques, mas não quer ter trabalho? O Epic Sana Algarve faz tudo por si, com comida de chef
Ver artigo

A missão tem sido bem sucedida para o Lima, o restaurante italiano do Epic Sana Algarve, na zona da Praia da Falésia, que desde que sofreu uma forte reformulação em 2020 — desde carta a espaço e conceito — tem recebido cada vez mais clientes externos ao hotel, que já não vivem sem as iguarias idealizadas pelo chef Luís Mourão, também responsável pela cozinha do Al Quimia, o restaurante de fine dining do hotel.

Chef Luís Mourão
O chef Luís Mourão é o responsável pela cozinha do Lima.

E quem teve oportunidade de conhecer o Lima antes e depois da mudança de conceito, que tem agora as trattorias italianas como principal inspiração (seja na decoração ou na cozinha), não acredita estar no mesmo espaço. As paredes deixaram de lado o branco para dar lugar aos mosaicos verdes pintados à mão, as mesas e cadeiras deixaram de ser comuns para se tornarem autênticas peças de decoração, feitas de pinho e desenhadas por artesãos.

A cozinha aberta dá o mote para vermos muitas das iguarias a serem preparadas, bem como o bar, de onde saem os deliciosos cocktails — ou não fossem estes uma parte importante do novo conceito do Lima Cucina & Cocktails. Até a esplanada, que fica exatamente no mesmo lugar, ladeada por vegetação e junto a uma das várias piscinas do resort, ganhou uma nova vida e elegância com estas alterações.

Lima
A esplanada do Lima é perfeita para jantares de verão.

Que o Lima mudou, sabemos nós. Mas o que é se come aqui?

Da nova carta, fazem parte pratos italianos, como não podia deixar de ser, mas o chef Luís Mourão não deixou de lado a sua alma portuguesa e colocou-a toda numa das entradas mais pedidas do restaurante: falamos do carpaccio de bacalhau com laranja do Algarve (15€), que é a opção ideal para arrancar uma refeição de verão.

Lima
O carpaccio é uma das entradas clássicas da cozinha italiana.

Se continua a ser fiel à carne, o carpaccio de novilho com molho pesto (17€) é uma ótima opção, bem como entradas bem italianas como a burrata di andria com rúcula e tomate (18€) ou opções frescas como o presunto crudo 12 meses e meloa cantaloupe alentejana (12€).

Férias em família não são sempre sinónimo de confusão. Estivemos no Salgados Palm Village
Férias em família não são sempre sinónimo de confusão. Estivemos no Salgados Palm Village
Ver artigo

E sim, as pizzas são ótimas neste restaurante e as infantis fazem as delícias dos mais pequenos (e dos adultos, que não resistem a roubar uma fatia), mas existem opções mais compostas e menos simples de encontrar por tantos italianos espalhados pelo País que justificam que arrisque noutros pratos.

Falamos do quadroni de lagosta e caranguejo (20€), um prato sugerido pelo chef, o tagliatelle de frutos do mar (18€), o camarão tigre grelhado, molho chimichurri, arrabiata e alcaparras (37€), o peito de frango algarvio recheado com presunto crudo de 12 meses e gorgonzola italiano (27€) ou o robalo de mar, gnocci com tomate, mangericão e salada de funcho (29€).

Lima
Como resistir a estas massas?

Também há risottos na carta do Lima, como o de cogumelos selvagens (19€), de carabineiro de Moçambique (19€) e ainda o milanesa, com legumes orgânicos e açafrão italiano (21€).

Chegada a hora da sobremesa, deixamos um desafio: experimente o tiramisu (8€), mas guarde espaço para o delicioso profiterole com ganache de manjericão e chocolate quente (8€), uma sobremesa diferente, irreverente e que nada tem que ver com os muitos profiteroles — por vezes até congelados — que provamos em muitos restaurantes. O chocolate é ótimo e o travo de manjericão da ganache resulta na perfeição para cortar o doce. Mais que aprovado.

Lima
O delicioso profiterole.

Face às novas medidas, e com Albufeira a pertencer aos concelhos de risco, se quiser marcar mesa no Lima terá de apresentar o teste negativo ou certificado digital. Porém, isto só é válido para refeições no interior do espaço, podendo sempre optar pela esplanada, onde não tem que apresentar qualquer documento.

O Lima apenas serve jantares (19h-22h) e fecha às quartas-feiras. Pode reservar a sua mesa através do telefone 289 104 300 ou por e-mail (info.algarve@epic.sanahotels.com). 

Morada: Pinhal do Concelho, Praia da Falésia, Albufeira
Telefone: 289 104 300

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.