Estamos sentados na Sala de Baile do Palácio Chiado, outrora Palácio Quintela, na divisão em que terão nascido duas expressões bem conhecidas. São sinónimos de festim. Primeira história: no início do século XIX, na época das invasões francesas, o edifício da Rua do Alecrim é estabelecido como o quartel-general e como habitação do gaulês, o general Junot. Apesar de a cidade estar a ruir, ele vivia numa bolha de riqueza e de ostentação. Exato: à grande e à francesa. É mesmo daí que vem.

Morada: Rua do Alecrim 70, Lisboa

Horário: domingo a quinta 12-00h, sexta e sábado 12h-2h

Contacto: 210101184

Segunda: já em 1874, o edifício é adquirido pelo excêntrico Francisco Augusto Mendes Monteiro, conhecido por Monteiro dos Milhões, que dava aqui faustosas festas. Como a casa tinha pertencido ao Conde de Farrobo, a estes grandiosos eventos sociais deu-se o nome de forrobodó.

O Palácio Chiado já foi muitas coisas: além de Palácio Quintela, já foi um Grémio Literário, já foi Museu Instrumental Português e já foi também a primeira casa da universidade IADE, que arrendou o espaço nos anos 70. Acelerando algumas décadas, é inaugurado em 2016 como espaço de restauração, que aloja um foodcourt, com oferta de diferentes marcas. Em 2018, o conceito muda e passa a funcionar de forma una: como restaurante, com uma carta comum a todas as belíssimas salas.

palacio chiado

É assim que se mantém hoje, portanto é também assim que experienciamos o espaço na noite em que nos são narradas as histórias passadas. Por esta altura, ainda a mesa está vazia. Estamos naquele brevíssimo compasso de espera  — que aqui ainda faz mais sentido: permite observar o máximo de detalhes possíveis deste edifício restaurado, onde se preservam os tetos trabalhados e ornamentados, os frescos nas paredes, que contam e escondem histórias, desde há muitos séculos.

A contemplação é interrompida, porque o couvert é rapidamente colocado na mesa. Decidimos incluir esta comum etapa no artigo porque a degustação não podia ter começado melhor: a manteiga de trufas é de sonho e desapareceu num ápice. Por favor, nunca deixem de provar.

De seguida, começam a chegar-nos os pratos novos que passam agora a integrar a carta outono-inverno do Palácio Chiado, pensados pelo curador gastronómico, o chef Manuel Bóia. É por eles que estamos aqui.

Para as entradas, as novidades incluem as deliciosas vieiras braseadas (12,9€), com coulis de ervilha, toucinho fumado e batata doce e ainda os taquitos de cabrito assado (10,9€), com guacamole, tomate concassé e maionese togarashi, que se juntam aos já conhecidos taquitos de lagosta (15,9€).

Já com o estômago aconchegado, vamos aos principais. Começamos com uma espécie de bacalhau à Brás parcialmente desconstruído (16,9€): o lombo de bacalhau meia cura chega-nos inteiro, a repousar na cama de batata, ovo, azeitonas e espargos. Ótimo.

Localização: Avenida Marginal, Forte de São Bruno 2760-145, 2760-154 Caxias, Oeiras.
Reservas: 910 851 443
Horário: De terça-feira a domingo, entre as 12h e as 22 horas.

Aquilo que vem a seguir sobe-nos a temperatura. Se é apreciador de comida picante, então esta opção é para si: um caril de peixe galo, camarão e mexilhão, com linguini nero di sépia e pak choi (17,9€). Se preferir comidas mais suaves, há opção: filetes de robalinho corado, com feijão verde e batata doce assada. Outra das novidades é um regresso: o lombo de novilho à barão com batata anna, presunto e ovo a cavalo, que está de volta à carta.

Mas há mais: o famoso rabo de boi em tinto velho, com puré de batata trufado, broccolini (21,9€), com uma carne que se desfaz à primeira garfada e com um acompanhamento que é daqueles que se quer saborear lentamente, para que não se esgote rápido, e atentamente, para que se sintam todos os sabores.

boi

Estamos quase a terminar. A carta de sobremesas está recheada de opções e a grande novidade é o Biscoito, um quadrado de chocolate e praliné de avelã, com pudim de chocolate preto, framboesas, frescas e creme de baunilha (7,5€). Tentador, muito tentador. Mas estamos mais numa de citrinos. Por isso, sai uma merengada (6,5€), ou seja, a tarte de limão, caramelo e creme de limão.

Todas estas opções (e outras) estão disponíveis no serviço home delivery, através das plataformas Glovo e Uber Eats e take-away. Pode haver promoção: o Palácio Chiado oferece 20% de desconto nos pedidos feitos diretamente por telefone (21 0101184). Para os que gostam de um copo de final de tarde, ficámos ainda a saber que a antiga residência Quintela terá  nas próximas sextas-feiras a hora GIN & TAQUITOS: na compra de um gin e taquitos de cabrito assado, recebe o segundo gin gratuitamente.

Despedimo-nos satisfeitos. Descemos as escadas ainda fascinados com a beleza da arquitetura, sensação que não é exclusiva da primeira visita ao espaço. Imaginamos os forrobodós que por ali se viveram e desejamos ter estado lá. Mas tivemos o nosso. Já na Rua do Alecrim, optamos por, até casa, fazer metade do caminho a pé. Mal não nos faz. É que foi à grande e à francesa.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.