A proposta? 24 horas no Sheraton Cascais Resort. O plano? Três experiências únicas: passeio a cavalo, tratamento Sentir Cascais no recém-renovado Serenity SPA e pool brunch. A execução? A nosso cargo. Aceitámos o repto e fizemo-nos à estrada até Cascais, mais concretamente até à Quinta da Marinha, esse lugar cujo nome faz parte da cultura pop portuguesa mas que, bem vistas as coisas, não é mais do que um belo pinhal à beira mar plantado, onde existem bonitas (e enormes, e muito caras) casas e hotéis.

Apesar dos 156 quartos e suites, o Sheraton Cascais é alegremente acolhedor e aconchegante. Não só pelo lobby luminoso mas também pela envolvência refrescante do pinhal, e pelos caminhos de madeira que nos conduzem até à piscina, cuja água aquecida à temperatura certa convence até os mais friorentos a dar um mergulho, ainda que o vento típico daquela zona sopre.

piscina sheraton cascais
créditos: MAGG

Ficámos instalados numa suite deluxe, com uma cozinha totalmente equipada e uma enorme varanda, o que nos deu a sensação de privacidade, de estarmos numa casa, mais do que num hotel. As divisões desta tipologia de habitação são mais do que generosas, com destaque para a casa de banho, que de tão grande quase que dava para organizar uma festa ali. Só estranhámos a existência de dois (bons) secadores de cabelo, mas antes queixume por excesso do que por falta.

sheraton cascais
créditos: MAGG

O batismo com a égua França foi um passeio no pinhal

A primeira experiência foi mesmo uma primeira vez. Nunca tínhamos andado a cavalo mas, ao fim de poucos minutos, percebemos que estávamos em boas mãos, mais propriamente nas mãos de Rui Barroso e da égua França (nas patas, vá). A Escola de Equitação Rui Barroso faz parte do Centro Hípico da Quinta da Marinha e tem parcerias com os hotéis daquela zona.

Como nos conta Rui Barroso, filho do fundador da escola que ali existe há duas décadas, há a possibilidade de fazer passeios e batismos a cavalo, mas também dedicar-se à prática desportiva. Para os mais pequenos, em época de férias escolares, há campos de férias. E, depois de nos batizarmos na prática, percebemos que passar uma semana das férias de Verão a andar a cavalo é capaz de não ser um mau plano.

Descontos até 50% numa massagem ou no Yakuza: o Sheraton Cascais Resort está em festa
Descontos até 50% numa massagem ou no Yakuza: o Sheraton Cascais Resort está em festa
Ver artigo

Vamos ser sinceros: estávamos com medo (mesmo muito medo) desta experiência. Não porque tenhamos receio destes belos animais... chamemos-lhe antes respeito. Mas, tal como nos garantiu Rui Barroso, os animais escolhidos para estas experiências são os mais dóceis, como pudemos comprovar pelo comportamento exemplar da França, que se portou como uma senhora enquanto chateávamos Rui com mil e uma perguntas (e, como se pode ver pela foto, escolhemos claramente a roupa e o calçado o mais inadequado possível). Os medos desapareceram ao fim de poucos minutos e deram lugar à contemplação da serenidade do pinhal e da vista para o Atlântico.

Com a égua França da Escola de Equitação Rui Barroso
Com a égua França da Escola de Equitação Rui Barroso créditos: MAGG

Depois destas emoções, nada como um jantar reconfortante no Glass Terrace para retemperar energias. E nada é mais sinónimo de conforto do que mac n cheese. Que é como quem diz, macarrão com queijo, que, neste caso específico, também tinha um toque de trufas (18€).

macarrao com queijo
créditos: MAGG

Antes, ainda fomos tentados pelos croquetes de pato, cogumelos e aipo com maionese picante (10€) que, apesar de um pouco gordurosos, estavam maravilhosamente crocantes.

sheraton cascais

Já que estamos no tópico 'comida', e porque somos como toda a gente, queremos é saber como é o pequeno-almoço. Eis o que temos a dizer sobre o do Sheraton Cascais Resort: surpreendente. A variedade de fruta quase nos deixou com vontade de esquecer o bacon e ovos, de tão bonita que era.

sheraton cascais
créditos: MAGG

As papas de aveia, para as quais habitualmente nem sequer olhamos, chamaram-nos a atenção e ainda bem porque foram as mais bem preparadas que alguma vez provámos. Húmus de espinafres e de beterraba ao pequeno almoço? Nunca tínhamos pensado nisso... e não é que não combina nada mal?

sheraton cascais
créditos: MAGG

Mas, como em tudo na vida, a perfeição não existe: máquinas automáticas de café, daquelas gigantes e barulhentas, num hotel de cinco estrelas, não fazem muito sentido e chegam até a ser poluição visual num sítio tão minimalista e luminoso. E uma máquina de panquecas, daquelas instantâneas? Não. Apenas não.

Sentir (literalmente) Cascais na pele no Serenity Spa

E se no irmão gémeo algarvio, o Serenity Spa do Pine Cliffs, a Luxury Collection Resort, em Albufeira, experimentámos, em 2021, um tratamento com canábis, no spa do Sheraton Cascais fomos convidados a usufruir do novo tratamento Sentir Cascais. O tratamento, que tem a duração de 80 minutos, privilegia o uso de produtos regionais. Isto inclui uma esfoliação com flor de sal e areia do Guincho, seguido de envolvimento em argila branca com vinho de Colares, que, de acordo com a terapeuta, tem propriedades desintoxicantes e antioxidantes. O tratamento termina com uma massagem nas costas.

Zona de relaxamento do Serenity Spa do Sheraton cascais Resort
Zona de relaxamento do Serenity Spa do Sheraton cascais Resort créditos: MAGG

O que dizer sobre o tratamento Sentir Cascais? Que a ideia é boa em teoria mas que, na prática, não resultou. Pelo menos para nós. Usar areia ou sal como esfoliante é uma ótima ideia, se o uso for circunscrito a zonas como os pés ou as mãos. Sentir o corpo a ser esfregado com areia foi uma experiência desagradável, que nos deixou com uma sensação desconfortável de ardor na pele. O tratamento Sentir Cascais implica que se tomem não um mas dois banhos: o primeiro para tirar a areia (e são quantidades generosas), o segundo para remover a argila.

Com tanto levanta, molha, limpa, troca de cuecas descartáveis e volta a deitar, perde-se o intuito principal de um tratamento num spa: relaxar. O tratamento termina na sala de relaxamento com um copo de vinho, o que nos pareceria uma ótima ideia... não fossem 11h da manhã.

Brunch à beira da piscina e um mergulho para a sobremesa

O pool brunch voltou ao Sheraton Cascais no início deste mês de junho e não podíamos terminar a nossa estadia sem experimentar o buffet no Glass Terrace, que conta com a animação de um dj e, como o próprio nome indica, dá acesso à maravilhosa piscina do resort da Quinta da Marinha. Há uma variedade enorme de saladas e, para quem gosta de street food, mini hambúrgueres, mini hot dogs, empanadas, asinhas de frango e rosbife feito no momento.

E porque este é um resort a pensar nas famílias, não falta sequer uma pecaminosa fonte de chocolate e um carrinho de gelados. Para os hóspedes, o preço do pool brunch é de 49€ (adultos) e 24,50€ (crianças dos 4 aos 12 anos). Para clientes que não estejam hospedados no hotel, os valores são de 69€ (adultos), 34,50€ (crianças dos 4 aos 12 anos). As crianças até aos 3 anos não pagam. As reservas podem ser feitas através do site, do email concierge@sheratoncascais.com e do telefone +351 214 829 100.

Uma noite para duas pessoas em quarto premium deluxe tem preços a partir dos 252€ (simulação feita no site do hotel para a noite de 25 para 26 de junho).

Sheraton Cascais Resort

Localização: Rua das Palmeiras Lote 5, 2750-005 Cascais
Reservas:

  • Programa “Stay on Us”: reservations@sheratoncascais.com ou +351 214 829 102
  • Churrasco português: concierge@sheratoncascais.com ou +351 214 829 100
  • Brunch: site, concierge@sheratoncascais.com ou +351 214 829 100
  • Yakuza Cascais: yakuzacascais@olivier.pt ou por telefone: +351 913 216 455

* esta visita aconteceu a convite do Sheraton Cascais Resort

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.