Nesta esquadra de polícia, os criminosos nunca são verdadeiramente sacanas nem os agentes da autoridade particularmente perspicazes para lhe entenderem as manhas. No entanto, essa é a receita perfeita para sete temporadas repletas de momentos insólitos, personagens carimásticas e gargalhadas várias à medida que os agentes de "Brooklyn Nine-Nine" tentam resolver os mais recentes crimes.

A série, estreada em 2014 e com mão de Dan Goor e Michael Shur, o responsável por "The Good Place" e "The Office", é uma das sitcoms mais leves e divertidas da televisão atualmente em emissão. E ainda que sejam já mais de sete anos em transmissão, o interesse pela série tem-se mantido sempre elevado pela forma como a equipa de argumentistas tem encontrado formas de fugir à monotonia — ainda que, já sabemos, seja difícil agradar a todos.

Ao longo dos episódios, a série procura encontrar um balanço entre os dilemas a que os agentes da polícia se veem obrigados a resolver, mas também de que forma é que a profissão constrói obstáculos às vidas pessoais de cada um.

E porque os temas abordados acabam sempre por extravasar a área policial, o que garantimos é que dificilmente conseguirá ver um episódio inteiro sem se rir ou se emocionar, seja de que forma for, pela história que é contada.

A próxima temporada, ainda sem data de estreia anunciada depois de ter sido adiada devido aos efeitos da pandemia, será talvez a mais desafiante para todos os argumentistas envolvidos na escrita da série.

"Lupin". A nova série da Netflix sobre um ladrão clássico nos tempos modernos
"Lupin". A nova série da Netflix sobre um ladrão clássico nos tempos modernos
Ver artigo

Isto porque os atores principiais revelaram que, após o homicídio de George Floyd às mãos de um polícia branco, nos EUA, que desencadeou uma onda de protestos em todo o país, houve a necessidade de voltar atrás e pensar de que forma é que a série poderia manter-se relevante abordando o poder das forças policias.

"Estamos a dar um passo atrás e a repensar de que forma é que fará sentido seguir em frente. Temos de encontrar uma maneira de fazer isto de modo a que todos nos sintomas bem, em termos morais. É um desafio, claro, mas vamos ver no que vai dar", explicou Andy Samberg, o protagonista, em entrevista.

Seja qual for o caminho adotado para os próximos episódios, o que se espera é que, mesmo que com atenção redobrada ao contexto da violência policial, "Brooklyn Nine-Nine" possa, ainda assim, manter-se igualmente divertida e entusiasmante. Foi esse tom, aliás, que começou por lhe dar o reconhecimento internacional.

Ainda que tenham sido lançadas sete temporadas, na Netflix só pode ver seis. Do elenco fazem parte Stephanie BeatrizTerry CrewsMelissa FumeroJoe Lo Truglio e Andre Braugher.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.