Após os acontecimentos de "O Silêncio dos Inocentes", em que Clarice Starling é obrigada a olhar o mal, encarnado por Hannibal Lecter, nos olhos, a agente do FBI está pronta para voltar à polícia e fazer aquilo que melhor sabe: apanhar monstros.

Esse regresso é o ponto de partida de "Clarice", a produção da CBS, que põe Rebeca Breeds a dar corpo à personagem numa história que, por questões de direitos, não pode nunca mencionar o nome do assassino em série, e canibal, popularizado por Anthony Hopkins no filme de 1991 (e em que Clarice foi interpretada por Jodie Foster).

A SIDA em Portugal. "Havia uma forte culpabilização interna e uma vergonha castradora"
A SIDA em Portugal. "Havia uma forte culpabilização interna e uma vergonha castradora"
Ver artigo

O seu fantasma, no entanto, é palpável, ainda que de forma muito subtil, nas ações, nos traumas e nos receios da agente destacada para lidar com crimes violentos. "Clarice", que nos Estados Unidos se estreou a 11 de fevereiro, chega já na próxima segunda-feira, 19 de abril, a Portugal através da Fox.

A estreia está marcada para as 22h15 e será composta por um episódio duplo. Depois disso, a emissão está garantida em regime semanal — com novos episódios previstos todas as segundas-feiras, no mesmo horário.

Quando a série se estrear em Portugal, nos EUA já terão sido emitidos oito episódios (de um total de dez).

Da autoria de Alex Kurtzman e Jenny Lumet, "Clarice" conta com um elenco composto por nomes como Michael Cudlitz, Lucca de Oliveira, Kal Penn, Maya McNair e Nick Sandow.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.