Além de Sarah Jessica Parker, Cynthia Nixon e Kristin Davis, a nova série de "Sexo e a Cidade", que se vai chamar "And Just Like That...", tem mais um nome anunciado para o elenco. Falamos de Sara Ramírez que, ao longo de dez anos, entre 2006 e 2016, deu vida à médica Callie Torres em "Anatomia de Grey", a série de Shonda Rhimes.

Ramírez chamar-se-á Che Diaz e será, tal como a pessoa que lhe dá vida, alguém que se identifica como não-binária. A personagem, que terá o mesmo grau de destaque do que as restantes da história, será uma comediante de stand-up que, quando não está em cima do palco, está a gravar um podcast através do qual é dado muito destaque a Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker), escreve a revista "Deadline".

Já sabemos onde poderá ver a nova série com Nicole Kidman (que é para fãs de "Big Little Lies")
Já sabemos onde poderá ver a nova série com Nicole Kidman (que é para fãs de "Big Little Lies")
Ver artigo

A forma como o podcast mistura humor e ideias progressistas no que toca ao tema da questão do género faz com que, no universo da série, a figura de Diaz e o seu projeto sejam muito populares — especialmente junto das restantes protagonistas.

"Todos os envolvidos em 'And Just Like That' estão para lá de entusiasmados com o facto de um profissional da representação como Sara Ramírez se ter juntado à família de 'Sexo e a Cidade'. É de um talento inimaginável, seja no drama ou na comédia, e estamos muito contentes de poder ter criado esta personagem para a série", diz Michael Patrick King, produtor-executivo da história, à mesma publicação.

Sara Ramírez
Sara Ramírez, de "Anatomia de Grey", é a nova adição ao elenco da série

Depois de vários rumores e outros avanços e recuos, foi confirmado no início do ano que "Sexo e a Cidade" iria mesmo regressar à televisão com vários nomes do elenco original. A única exceção é Kim Cattrall, que na série foi Samantha Jones, e que não fará parte dos novos episódios.

Quanto à história que este novo capítulo vai contar, os detalhes são escassos. Sabe-se apenas que vai passar-se vários anos depois da série original com o objetivo de contar como é que estas mulheres, e amigas, agora com cerca de 50 anos, encaram o amor no meio de uma sociedade cada vez mais frenética.

A nova série vai contar com um total de dez episódios de cerca de 30 minutos cada. A produção vai começar em Nova Iorque, nos EUA, ainda este ano e deverá estrear-se em 2022 na HBO Max — plataforma que, em Portugal, deverá substituir a HBO ao longo deste ano.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.