Na habitual lista de filmes românticos para celebrar o Dia dos Namorados, quisemos evitar a habitual dose de choradeira com clássicos como "O Amor Acontece". Não que este, e outros, tenham alguma coisa de errado. Longe disso. Mas o mais provável é que já todos o tenhamos visto e até já saibamos onde o encontrar caso a vontade de o rever volte ao de cima (se não sabe, está na Netflix, pronto).

No entanto, e porque não há que ter receio de assumir alguma lamechice neste dia, temos algumas sugestões de filmes que contam uma história bonita e floreada (e fazem cada vez mais falta dada a conjuntura atual) de amor e desamor. É o caso de "Lembra-te de Mim" , disponível na HBO, que se foca nos dilemas de dois apaixonados unidos pela tragédia e por dilemas familiares.

Dia dos Namorados. 17 ideias de presentes para ela (até 30€, 50€ e 100€)
Dia dos Namorados. 17 ideias de presentes para ela (até 30€, 50€ e 100€)
Ver artigo

Mas porque nesta altura é difícil fugir ao habitual filme clássico, sugerimos o sempre comovente  "(500) Dias com Summer".

E também temos uma novidade, como "Malcom & Marie", o novo filme romântico da Netflix que junta Zendaya ("Euphoria") e John David Washington ("Tenet") nos papéis principais numa homenagem aos filmes clássicos de Hollywood. Seja qual for o filme que acabe por escolher, garantimos um serão nada aborrecido em frente ao ecrã.

Dos lamechas aos mais sóbrios, sugerimos-lhe oito filmes da Netflix e HBO para ver no Dia dos Namorados.

1. "Lembra-te de Mim" (HBO)

Neste filme de 2010, a história foca-se no drama de um recém-casal composto por Tyler (Robert Pattinson), cujos pais se separaram após o suicídio do irmão, e Ally (Emilie de Ravin), que começou a viver cada dia como se fosse o último após ter testemunhado a morte da mãe.

Unidos por duas tragédias que deixaram marcas, "Lembra-te de Mim" mostra a união de duas pessoas que, juntas, tentam, cada um à sua maneira, libertar-se dos seus fantasmas.

2. "Malcom & Marie" (Netfix)

Recém estreado na Netflix, "Malcom & Marie" junta Zendaya ("Euphoria") e John David Washington ("Tenet") num drama romântico em que um casal é obrigado a confrontar a relação que mantêm há vários anos depois de surgirem novas revelações que prometem fazer estragos.

A crítica internacional diz que a nova produção da Netflix é uma homenagem aos grandes romances de Hollywood — a começar pelo facto de toda a história passar-se a preto e branco.

3. "Linhas Tortas" (HBO)

O ponto de partida deste filme português é o Twitter. Em pouco mais de uma hora, a história acompanha a vida de Luísa, uma jovem atriz que, no Twitter, é seduzida por um homem que se esconde por detrás de um rosto e de um nome que não é o seu. Embora se chame António, e seja um dos jornalistas e cronistas mais conceituados do País, é através do nome Rasputin que assina tweets introspetivos que apelam à capacidade de pensar e de nos reconciliarmos com a ideia da fragilidade humana.

"Sally4Ever". A série de humor constrangedor (mas hilariante) sobre monotonia nas relações
"Sally4Ever". A série de humor constrangedor (mas hilariante) sobre monotonia nas relações
Ver artigo

A atração é mútua e não demora muito até que da interação em tweets passem para as mensagens privadas e, mais tarde, para um encontro que nunca chega a acontecer.

Tal como a vida, também a narrativa assenta numa certa tragédia que vai sendo desvendada a cada minuto. Apesar de ser um filme dramático, também tem ternura e muito amor.

4. "Amor Garantido" (Netflix)

Rachael Leigh Cook e Damon Wayans Jr. são os grandes protagonistas do filme cuja história se centra num amor inesperado. Damon Wayans Jr dá vida a Nick, um fisioterapeuta que decide processar uma aplicação de encontros online após ser alvo de publicidade enganosa que garante o amor aos utilizadores.

Susan (a personagem interpretada por Rachael Leigh Cook), por sua vez, é a advogada que fica à frente do caso. Dedicada, mas falida, Susan faz de tudo para garantir que o cliente que defende — neste caso, os gestores da aplicação — consiga ganhar o caso. No entanto, a conclusão a que ambos os protagonistas chegam é à inevitável: afinal, a publicidade à aplicação de encontros tem muito pouco de enganadora.

5. "(500) Dias com Summer" (HBO)

Esta não é a típica história de amor em que um rapaz se apaixona por uma rapariga. É, na verdade, uma história de desamor em que o protagonista, interpretado por Joseph Gordon-Levitt ("A Origem") se vê rejeitado pela mulher (Zooey Deschanel) que ama depois de várias tentativas de romance.

O filme mostra também como ambas as partes seguem com a sua vida após uma relação falhada, tendo sempre a noção de que noutra altura e noutro contexto, talvez fossem perfeitos um para o outro.

A banda sonora está repleta de bandas de post-punk como Joy Division ou The Cure.

6. "Scott Pilgrim Contra o Mundo" (Netflix)

Especialmente pensado para o casal nerd que precisa de um filme que tenha tanto de ação como de momentos românticos, mas sem nunca roçar a lamechice, sugerimos  "Scott Pilgrim Contra O Mundo".

É baseado no livro de banda desenhada com o mesmo nome e conta a história de Scott (Michael Cera), um jovem que procura conquistar, a todo o custo, o amor de uma rapariga que conhece há vários anos.

"A Teacher". A série que conta uma história de abuso (e não de um romance proibido)
"A Teacher". A série que conta uma história de abuso (e não de um romance proibido)
Ver artigo

A forma como decide fazê-lo é, digamos, pouco convencional, já que aceita o desafio de tentar derrotar à pancada os sete ex-namorados de Ramona (Mary Elizabeth Winstead) numa espécie de batalha semelhante às dos videojogos. O resultado final é uma história divertida, bem disposta e entusiasmante. Vá por nós.

7. "O Segredo de Brokeback Mountain" (HBO)

Estreado em 2005, mostra não só a história de dois cowboys ao longo dos anos, mas também a forma como vão desenvolvendo a sua relação amorosa secreta e polémica.

Pelo meio, terão de lidar com sentimentos de repulsa e medo à medida que vão aceitando quem são e que tipo de vida querem para si — sempre sobre o olhar preconceituoso e intolerante da sociedade em que vivem e estão inseridos.

"O Segredo de Brokeback Mountain" venceu três Óscares e ainda hoje é um dos filmes mais importantes de Heath Ledger ("The Dark Knight") e Jake Gyllenhaal ("Nightcrawler").

8. "Se Esta Rua Falasse" (Netflix)

Eles apaixonaram-se e sonharam com um futuro que se esperava feliz e repleto de coisas boas. Mas a injustiça, perpetuada por um sistema intolerante e preconceituoso, destrói-lhes o sonho quando ele é acusado injustamente por um crime que não cometeu.

Ainda que o sonho tenha ruído, o amor permanece intacto nesta história emocionante e dramática de um casal que tenta, a todo o custo, resistir quando tudo o resto ameaça desmoronar. "Se Esta Rua Falasse" esteve nomeado para três Óscares e chegou a valer o prémio de Melhor Atriz Secundária a Regina King.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.