O basquetebolista Kobe Bryant, que morreu em 2020 num acidente de helicóptero, é agora homenageado num campo de basquetebol e num prédio de 12 andares em Lisboa. O projeto é da autoria da plataforma comunitária para jogadores e fãs de basquetebol Hoopers, cuja ideia foi executada pelo artista Hélio Bray.

O campo está localizado junto à Calçada de Carris, em Lisboa, numa zona que a Hoopers considera ser um marco "histórico" por sempre ter sido "frequentado por pessoas de diferentes concelhos, etnias e origens" — representando, por isso, "um dos valores do desporto", diz André Costa, fundador da Hoopers, à Agência Lusa, citada pela RTP.

LX Factory vai receber um novo festival de arte urbana. E começa a 5 de maio
LX Factory vai receber um novo festival de arte urbana. E começa a 5 de maio
Ver artigo

"Tínhamos vontade de realizar uma homenagem àquele que é um dos nossos heróis, mais ainda desde a sua morte trágica. Andámos durante muito tempo à procura de um espaço certo em Lisboa e acabámos por vir aqui parar porque o campo tinha sido sinalizado pela Galeria de Arte Urbana como [tendo] potencial para realizarmos uma intervenção", explica.

A intervenção, essa, ficou a cargo do artista Hélio Bray que idealizou o trabalho como estando dividido em três partes: a lateral das escadas de acesso ao prédio, a empena (parede lateral) do edifício de 12 andares e, por fim, o campo onde, no centro, pintou dois círculos com que assina os seus trabalhos, mas que, uma vez juntos, dão corpo ao número 8 — o que Bryant utilizava em campo.

"Com os dois círculos consegui reproduzir o 8 da camisola dele, como a assinatura dele no centro do campo. É uma forma de o eternizar", diz, citado pela mesma publicação.

Na pintura feita na empena do prédio, está Kobe Bryant como figura central, junto de outros "quatro magníficos dos Los Angeles Lakers" — Robert Horry, Shaquille O'Neal, Derek Fischer e Pau Gasol.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.