Se está em Lisboa esta sexta-feira, 20 de maio, olhe para os céus a partir das 23h30. Em antecipação à estreia da série "Obi-Wan Kenobi", os céus da capital portuguesa vão iluminar-se com um espetáculo inédito de drones.

Mais "Cobra Kai" e a nova série de "Star Wars". 6 novidades para ver na passagem de ano
Mais "Cobra Kai" e a nova série de "Star Wars". 6 novidades para ver na passagem de ano
Ver artigo

Como avança a Disney+ em comunicado, este será o maior espetáculo do género alguma vez feito em Portugal e vai contar com 300 drones. Acontece a partir das 23h30, no Skate Park Expo, Parque das Nações, em Lisboa, e pode ser visto a até um quilómetro de distância. "O espetáculo conta com a colaboração da equipa de profissionais que criou o segmento de drones no espetáculo 'Ilumminations' na Disneyland Paris", explica a Disney+ no comunicado.

“Este é o primeiro espetáculo de formação de drones em Portugal e que traz aos céus de Lisboa uma coreografia única no mundo, interpretada em perfeita sintonia por 300 drones e concebida em exclusivo para a estreia de 'Obi-Wan Kenobi' no Disney+. Um projeto desenvolvido ao longo de vários meses por uma equipa multidisciplinar de mais de 20 pessoas. Um momento que poderá ser acompanhado hoje à noite pelas nossas redes sociais, uma semana antes da estreia da série no dia 27 de maio", explica à MAGG Teresa Rio, Diretora de Marketing da The Walt Disney Company em Portugal.

"Obi-Wan Kenobi", com Ewan McGregor no papel de Mestre Jedi, chega à Disney+ a 27 de maio, com dois episódios. Os restantes serão lançados na plataforma de streaming às quartas-feiras, até ao final do mês de junho. A série do universo criado por George Lucas começa 10 anos após o dramático acontecimento de "Star Wars: A Vingança dos Sith" onde Obi-Wan Kenobi enfrenta a sua maior derrota – a queda e corrupção do seu melhor amigo e aprendiz de Jedi, Anakin Skywalker, que se virou para o lado do Mal, transformando-se no Sith Lord Darth Vader.

Veja aqui o trailer

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.