Corria o ano de 1987 quando "Dirty Dancing" estreou nas salas de cinema. O filme, protagonizado por Patrick Swayze e Jennifer Grey, foi um êxito de bilheteiras e nunca mais ninguém ouviu o tema "(I've Had) The Time of My Life" sem pensar naquele passo de dança, que rapidamente se tornou num dos mais icónicos de sempre. Assim, não é de estranhar que os fãs andem há décadas a implorar por uma sequela — e vai mesmo acontecer.

5 filmes de Natal tão pirosos, mas tão pirosos que precisamos mesmo de arranjar forma de os ver
5 filmes de Natal tão pirosos, mas tão pirosos que precisamos mesmo de arranjar forma de os ver
Ver artigo

A confirmação veio de Jennifer Grey, a Baby do filme original, que terá também um papel de produtora executiva na sequela. Numa entrevista ao site "Extra" no início deste ano, a atriz salientou mesmo que o filme vai "acontecer", cita a revista "People", mas agora sabem-se novos detalhes.

Dirty Dancing
Uma das mais icónicas cenas do cinema. créditos: IMDB

No entanto, esta não é a primeira vez que o universo de "Dirty Dancing" é revisitado. Em 2004, estreou-se "Dirty Dancing 2 - Noites de Havana", uma espécie de prequela passada em Cuba anos antes dos acontecimentos do filme original, e sem grandes ligações à história de Baby e Johnny Castle. Patrick Swayze fez uma participação especial no filme como instrutor de dança, numa cena que fez os corações dos fãs do filme de 1987 palpitar mais depressa, mas não retornou à sua personagem original (até porque, em termos de narrativa de história, tal não faria qualquer sentido).

Uma coisa é certa: Johnny Castle não fará parte do elenco da sequela devido à morte de Swayze em 2009. Resta saber se a personagem será mencionada, e de que forma.

Espreite quatro coisas que já sabemos sobre a muito aguardada sequela de "Dirty Dancing":

Vai contar com membros do elenco original

Jennifer Grey salientou que vamos poder ver algumas caras familiares. A sua personagem, Baby, vai voltar, "uns bons anos mais velha", disse a atriz de 62 anos em entrevista, bem como "outras personagens do original". "É complicado, mas também muito excitante", confirmou ao mesmo site.

Não vamos ver o regresso de Johnny Castle

Com a morte de Patrick Swayze em 2009, Jennifer Grey — que também será produtora executiva da sequela — já garantiu que não existirão quaisquer esforços para recuperar o par original. Numa entrevista à "People" em 2020, a atriz explicou que substituir o ator não está nos planos. "Não faz qualquer sentido substituir alguém que já não está cá. Não tentas repetir algo tão mágico como aquilo que aconteceu. Tentas simplesmente algo diferente", disse, à época, Jennifer Grey.

13 séries e filmes românticos para apaixonados — mas os solteiros também podem ver
Patrick Swayze e Jennifer Grey

A ação volta a passar-se na estância de férias Kellerman's

O filme de 1987 conta a história de Baby, uma jovem a passar as férias de verão na conceituada estância Kellerman's, juntamente com a família, e que acaba por se apaixonar por um rebelde bailarino e instrutor de dança. Em "equipa que ganha, não se mexe", logo a sequela deve regressar ao local original. "Posso dizer que podem contar com a ação a passar-se na Kellerman's, é um regresso", disse Jennifer Grey, escreve a "People".

Filmagens arrancam em 2023

A atriz e produtora executiva revelou as filmagens da sequela de "Dirty Dancing" vão arrancar no próximo ano, mais concretamente na primavera de 2023. Não existe ainda uma previsão de quando vamos poder ver o filme nas salas de cinema, embora seja seguro afirmar que tal não deve acontecer antes de 2024.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.