Depois de janeiro ter sido repleto filmes e muitos deles nomeados para as várias categorias dos Óscares, como foi o caso de "Mulherzinhas" e "Jojo Rabbit", espera-se que o fluxo de estreias comece a abrandar. Mas antes disso, a primeira semana de fevereiro conta pelo menos com mais um nomeado. Falamos de "Corpus Christi" que, realizado por Jan Komasa, está nomeado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro juntamente com "Parasitas" e "Dor e Glória".

O filme começou a ser exibido em cartaz na quinta-feira, 6 de fevereiro, e já está nas grandes salas de cinema do País. A história acompanha a figura de um adolescente que, depois de passar por um centro de detenção e reabilitação social, experencia uma transformação espiritual que o faz mudar de vida.

6 filmes que foram (injustamente) ignorados para os Óscares
6 filmes que foram (injustamente) ignorados para os Óscares
Ver artigo

Mas há outras estreias que, segundo a crítica internacional, valem a pena a ida ao cinema. A primeira da lista é, claro, o novo filme com Harley Quinn e passa-se imediatamente a seguir aos acontecimentos de "Esquadrão Suicida", que se estreou nos cinemas em meados de 2016.

Tal como no filme anterior, Margot Robbie é a atriz escolhida para dar vida a uma das personagens mais icónicas da DC Comics.

1. "Birds of Prey (e a Fantabulástica Emancipação De Uma Harley Quinn)", de Cathy Yan

Após os acontecimentos de "Esquadrão Suicida", a relação de Joker e Harley Quinn está cada vez mais tóxica e instável — culminando com quebra de laços abrupta quando Joker decide expulsar Harley de casa, obrigando cada um a seguir o seu caminho.

Nesta nova fase da sua vida, Harley decide mudar por completo o seu visual e a forma de viver. Problema? Apesar de querer emancipar-se por completo de Joker e do seu passado tumultuoso, os seus inimigos não a esqueceram e prometem vingança. Por isso, e como não podia deixar de ser, a anti-heroína vai ver-se envolvida em novos conflitos violentos com aqueles que a querem capturar.

"Joker". Podem entregar já o Óscar a Joaquin Phoenix e não se fala mais nisto
"Joker". Podem entregar já o Óscar a Joaquin Phoenix e não se fala mais nisto
Ver artigo

As primeiras reações ao filme, que se estreou em cartaz na quinta-feira, 6 de fevereiro, foram relativamente positivas. Scott Mendelson, crítico de cinema da revista "Forbes", escreveu na sua conta oficial de Twitter que estava genuinamente surpreendido com a produção pela forma despretensiosa como se apresentava.

"Este 'Birds of Prey' é deliciosamente despretensioso e despreocupado com o seu lugar no contexto atual do universo da DC. É uma comédia de crime e um filme verdadeiramente divertido de se ver, até porque se nota que todos os atores se estão a divertir durante as cenas. Fantástico", lê-se no tweet original.

Erik Davis da Fandango, uma plataforma digital de venda de bilhetes, é da mesma opinião e diz que o novo filme está repleto de boas cenas de ação e humor. "O novo 'Birds of Prey' tem muita ação, humor e algumas das personagens mais memoráveis que alguma vez vimos num filme da DC. Mas o grande destaque vai para Margot Robbie, que é fantástica como Harley", lê-se.

2. "Corpus Christi", de Jan Komasa

Baseado numa história real, "Corpus Christi" acompanha a vida de Daniel (Bartosz Bielenia) que está preso num centro de detenção e reabilitação social pelo crime de homicídio em segundo grau. É durante a pena que o jovem descobre a fé que o faz querer tornar-se padre assim que estiver em liberdade.

No entanto, e devido ao seu passado criminoso, o cadastro impede-o de se tornar num membro da igreja. A reviravolta surge quando, uma vez libertado, é confundido com um padre da paróquia e ninguém desconfia. De repente, Daniel vê-se a fingir ser padre enquanto conduz as cerimónias religiosas de uma pequena paróquia da Polónia.

Segundo a revista "Variety", o filme está justamente nomeado para um Óscar que "poderá servir de rampa de lançamento para o jovem ator Bartosz Bielenia que contagia a alma do espectador através de um papel principal comovente e duro."

A revista "Time" é da mesma opinião: "A história não tem falhas e decorre sem esforço para uma conclusão emocionante, ainda que sangrenta."

O filme estreou-se em cartaz na quinta-feira, 6 de fevereiro.

3. "Laranja Mecânica", de Stanley Kubrick

Permita-nos a batota: bem sabemos que não é uma estreia absoluta, mas é a primeira vez que "Laranja Mecânica", considerado um dos filmes mais importantes do cinema, chega às salas de cinema portuguesas numa nova versão digital restaurada.

No fundo, tudo o que precisa de saber é que o filme chega em melhor qualidade e só está em exibição no Espaço Nimas, em Lisboa, que agora tem um novo ecrã em resolução 4K para garantir que não perde todos os detalhes do filme.

A filme passa-se num futuro próximo em que o líder violento e sádico de um gang é preso e integrado numa nova forma de reabilitação através de uma terapia de aversão experimental.

A produção de Stanley Kubrick é baseado no romance de Anthony Burgess — e aborda questões sociais, políticas económicas e a violência em sociedade. O filme faz parte da lista das produções indispensáveis do cinema e esté em exibição no Espaço Nimas a partir deste sábado, 8 de fevereiro.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.