Nada melhor explica do que é feito o Dia dos Namorados que um bom romance sobre amor e paixão. Apesar de a frase clichê do mês de fevereiro ser "o amor anda no ar", ele também chega aos livros, e cria as mais belas histórias de amor, os maiores desgostos possíveis e as simples paixonetas.

Este hotel num dos sítios mais deslumbrantes de Portugal prolonga o Dia dos Namorados até dezembro
Este hotel num dos sítios mais deslumbrantes de Portugal prolonga o Dia dos Namorados até dezembro
Ver artigo

É o caso de "Romeu e Julieta", uma das obras mais conhecidas de William Shakespeare, onde a morte de dois adolescentes que se amavam profundamente acaba por unir as suas famílias, outrora inimigas. Também "Os Maias", de Eça de Queirós, é um dos clássicos literários desta categoria, e centra-se na história de amor proibido entre Carlos da Maia e Maria Eduarda.

No entanto, não só de obras mais antigas se faz o romance. Também as mais recentes, como "A Culpa é das Estrelas", "Foi Sem Querer Que Te Quis" ou ainda "O Diário da Nossa Paixão" são conhecidas neste campo, e algumas até já passaram do papel para o grande ecrã.

Desde "O Amor nos Tempos de Cólera" até "As Cinquenta Sombras de Grey", veja as nossas sugestões.

Percorra a fotogaleria.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.