O passado domingo, 28 de agosto, foi noite de mais uma cerimónia de prémios da indústria da música: os MTV Video Music Awards (VMAs). Vários músicos e compositores foram galardoados com um troféu em forma de astronauta, mas houve quem fosse mesmo de mãos cheias para casa.

Foi o caso de Taylor Swift, que ganhou três prémios, sendo eles nas categorias de Vídeo do Ano, Melhor Vídeo de Longo Formato e Melhor Realização. Os fãs ficaram ao rubro com o reconhecimento atribuído ao trabalho da cantora, mas nem sabiam que o discurso de agradecimento escondia uma novidade que ia ser música para os seus ouvidos (literalmente).

Durante o discurso, a cantora norte-americana anunciou que está a trabalhar num novo álbum, intitulado “Midnights”, cuja data de lançamento está marcada para dia 21 de outubro.  Ainda recorreu às redes sociais para partilhar a capa do projeto e explicar todo o conceito por detrás dele: “as histórias de 13 noites em que fiquei sem dormir ao longo da vida”, escreveu. O álbum será composto por 13 faixas (o número da sorte de Taylor Swift), divididas em duas partes. 

“Ficamos acordados por amor e por medo, porque estamos ansiosos e choramos. Nós olhamos para as paredes e bebemos até que nos respondam. Torcemo-nos nas gaiolas que construímos e rezamos para não estarmos – nesse minuto – prestes a cometer algum erro fatal que altere a vida”, acrescentou sobre o novo álbum.

Para os fãs, este não é apenas mais um álbum, e isso ficou patente a partir do momento em que a cantora pisou a passadeira vermelha do evento da MTV. Isto porque tudo na carreira de Taylor é estrategicamente pensado – e os fãs, ao juntarem as peças, ficaram loucos.

Vamos por partes. Em 2009, esta mesma cerimónia foi palco de um dos momentos que marcou a cultura pop para sempre: Kanye West interrompeu o discurso de Taylor Swift para elogiar outra cantora. “Já te deixo acabar, mas a Beyoncé teve um dos melhores vídeos de todos os tempos”, disse o rapper, fazendo com que ruídos de reprovação ecoassem pelo recinto, devido à sua atitude.

Depois, em 2016, ambas as celebridades pareciam ter feito as pazes, quando Taylor Swift concordou ser mencionada em “Famous”, uma música de Kanye West. No entanto, a menção não foi assim tão honrosa: ao ser chamada de “cadela”, Taylor negou ter conhecimento de que o rapper se ia referir a ela naqueles moldes. O acontecimento logo se transformou numa onda de críticas ferozes: Kim Kardashian, ao defender o (agora ex) marido, fez com que Taylor fosse apelidada de “cobra” – o que a levou a afastar-se dos holofotes durante uns tempos.

E foi no dia 28 de agosto de 2017 que a cantora renasceu das cinzas, ao lançar a música “Look What You Made Me Do”, que servia como resposta a todo o drama em que Kanye West e Kim Kardashian a envolveram.

De uma Anitta pelada a um Lil Nas X espampanante. 20 dos melhores (e piores) looks da noite dos VMAs
De uma Anitta pelada a um Lil Nas X espampanante. 20 dos melhores (e piores) looks da noite dos VMAs
Ver artigo

No vídeo, apresenta-se com um vestido repleto de pedras preciosas. E foi uma criação semelhante a essa que usou na passadeira vermelha dos VMAs, 13 anos depois de ter sido humilhada nessa cerimónia, pelo mesmo cantor que originou essa faixa (lançada no mesmo dia em que o evento ocorreu). Estamos a acompanhar este puzzle louco?

E, como se uma cereja no topo do bolo não fosse suficiente, houve duas: a cantora anunciou o seu álbum no aniversário de um dos álbuns de Kanye West, “Donda”, e o lançamento está marcado para o aniversário de Kim Kardashian, dia 21 de outubro. Se há quem sabe preparar a vida com antecedência é, sem dúvida, Taylor Swift.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.