Entre mitos, modas e manias, muito se diz e escreve acerca da lactose (o açúcar naturalmente presente no leite). O tema está na ordem do dia, e é natural. Afinal, estima-se que um terço dos portugueses seja intolerante à lactose.

Da mesma forma que vão surgindo no mercado cada vez mais alternativas alimentares para quem sofre deste problema, também a informação sobre o assunto vai chegando ao conhecimento do público em geral.

Quisemos saber se as mulheres portuguesas estão bem informadas acerca das questões que giram em torno da lactose, a grande vilã (ou será, afinal, a boa da fita?). Fomos para a rua e desafiámos as entrevistadas a dizerem se, na sua opinião, as 5 questões que levantamos são verdades ou mitos e porquê. Será que elas passaram no teste?

Assista às respostas e depois leia as respetivas explicações para cada uma das questões.

[embed]

"/]

1. Os alimentos sem lactose têm menos cálcio do que os alimentos com lactose
MITO. O processo de eliminação de lactose não tem impacto no teor de cálcio dos alimentos, ou seja, o consumo de cálcio não fica comprometido com o consumo destes produtos.

2. Os leites de cabra e ovelha têm lactose.
VERDADE. Todos os leites de origem animal possuem lactose na sua composição. Alguns alimentos, como iogurtes e queijos elaborados com leite desses animais, podem ter a lactose reduzida pelo processo natural de fabricação ou mesmo eliminada pelo uso da enzima lactase.

3. Intolerância à lactose e a alergia ao leite são a mesma coisa
MITO. A intolerância à lactose é a insuficiência da enzima lactase, responsável por quebrar o açúcar do leite. Dessa forma, o organismo tem dificuldade em digerir a lactose. Ao consumir esse açúcar, a pessoa com intolerância pode assim apresentar desconfortos gastrointestinais.

A alergia ao leite, porém, trata-se de uma reação do sistema imunitário às proteínas do leite. Por algum motivo, o organismo da pessoa alérgica entende que essas proteínas são uma ameaça e provoca reações no intestino, na pele e no sistema respiratório com o objetivo de se livrar delas. É por isso importante que o consumidor tenha noção que um produto sem lactose, feito com leite de vaca, por exemplo, apesar de estar isento de lactose, continua a ter a proteína do leite de vaca.

4. A lactose é prejudicial mesmo para quem não tem intolerância
MITO. A lactose não é prejudicial para pessoas que não apresentam intolerância.

Apesar de muitas dietas recomendarem a remoção de alimentos com lactose, essa restrição não oferece benefícios comprovados cientificamente. Inclusive, a restrição desses alimentos pode levar à deficiência de cálcio se não existir uma adaptação conveniente da dieta no sentido do adequado consumo deste mineral.

5. A intolerância à lactose tem cura.
MITO. A deficiência na produção de lactase pelo organismo apresenta-se ao longo da vida, não havendo forma de reverter este processo. No entanto, existem casos onde a intolerância à lactose está associada a alguma outra doença que, quando resolvida, pode ajudar a minimizar essa intolerância.

Apesar da intolerância à lactose ser bastante comum, não é considerada um problema de saúde grave. Cada pessoa possui um grau maior ou menor de intolerância à lactose, com sintomas que também podem variar. Hoje, encontra alternativas de toda a espécie e para todos os gostos, num supermercado perto de si. Troque as voltas à lactose e continue a comer e a beber aquilo que lhe dá prazer.

Newsletter

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.