Se, por acaso, já desejou ter mais uns centímetros de altura, um par de saltos com plataforma nos pés é a resposta a todas as suas preces. É que, desde a estação de outono-inverno de 2021, este género de calçado tem sido tendência e parece que veio mesmo para ficar.

Muito influenciadas pelas sandálias da Versace, uma das grandes casas de luxo, os outros nomes da indústria pegaram nesta peça e foram-na replicando, tornando-a no último grito da moda. Além disso, expandiram-se para outro território – o das botas de tacão, que agora também apresentam inúmeros modelos compensados.

Estas 13 botas bicudas a partir dos 39,99€ são a aposta mais versátil para o inverno. Saiba como usá-las
Estas 13 botas bicudas a partir dos 39,99€ são a aposta mais versátil para o inverno. Saiba como usá-las
Ver artigo

As botas, já sabemos e bem, são aquela peça indispensável para os meses em que o frio aperta e já todos dominam o seu uso. No entanto, se as sandálias continuam a não querer arredar pé das tendências, deve estar a perguntar-se como (e em que circunstâncias) é que poderá desfilar com um par, mesmo no inverno. Nós explicamos.

Estes modelos são perfeitos para as noites de festa e podem ser usados com as peças mais glamorosas – isto é, como complemento a um vestido mais elegante ou a um conjunto mais discreto. Mas também podem ser usados em plena luz do dia.

Nestes casos, as opções recaem sobre vestidos fluídos ou justos, de malha ou outro qualquer tecido, ou até mesmo saias, cujo comprimento pode variar do mais curto ao mais comprido. E se o frio nos pés for um problema, abrace o estilo mais preppy que tem dentro de si, e calce umas meias – parece que não, mas resulta. Mesmo.

Uma coisa é certa: com botas ou sandálias, os looks de inverno vão ter muita pinta. E a MAGG tem sugestões de ambos os modelos para si. Com preços compreendidos entre os 35,95€ e os 149€, comece já a pensar como é que vai querer usá-los.

Espreite a fotogaleria.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.