Desde esta segunda-feira, 5 de dezembro, que está a passar nas televisões portuguesas o novo anúncio da Vodafone. Representa a campanha de Natal da marca de telecomunicações, que todos os anos tenta elevar a fasquia quando chega a dezembro. E 2022 não foi diferente.

Desta vez, dedicaram-na à saúde mental, com o mote "partilha o que estás a sentir". O filme publicitário, com três minutos, foca-se num jovem adulto, visivelmente transtornado e pensativo. Sempre isolado, corre, reflete, chora e demonstra raiva. Quando está perto do mar, na véspera de Natal, toca um telemóvel, mas não é o dele (que já tem oito chamadas não atendidas do pai).

Veja o vídeo hilariante em que Carlos Moedas acende as luzes de Natal da Baixa de Lisboa... e nada acontece
Veja o vídeo hilariante em que Carlos Moedas acende as luzes de Natal da Baixa de Lisboa... e nada acontece
Ver artigo

O aparelho eletrónico, pousado na areia, recebe uma chamada de uma rapariga, que diz que o telemóvel lhe pertence e que o quer de volta. Pergunta ao rapaz onde está, ao que este responde "a dar uma volta". "Hoje? Mas hoje é Natal. Não devias estar em casa?", questiona, acabando por pedir para se encontrarem para que ela possa reaver o dispositivo.

"Podemos ir a falar, se tu quiseres", sugere a jovem, conseguindo convencê-lo. Ao som da emotiva canção "Control", de Zoe Wees, lançada em 2020, os dois vão caminhando, com os telemóveis no ouvido, até ficarem frente a frente. "Obrigada", diz ela, quando o rapaz lhe devolve o telemóvel. "Não. Obrigado eu", responde, antes de ambos esboçarem um sorriso e de se despedirem.

O anúncio termina com o jovem a tocar à porta, aberta por um homem. "Pai… eu preciso de falar com vocês", admite. "Se estás a viver um problema de saúde mental, dá o primeiro passo", incentiva a Vodafone, no final, com a hashtag #PartilhaOQueEstásASentir.

O que inspirou esta campanha de Natal?

De acordo com a operadora, a campanha "conta a história de um jovem que personifica os desafios de quem se debate com um problema de saúde mental". A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, a nível global, uma em cada oito pessoas vive com uma perturbação mental. A pandemia e a crise económica só têm contribuído para agravar estes números.

Há mais stresse, mais ansiedade e mais depressão (sendo que estima-se que esta última afeta 5% de toda a população adulta do Mundo). Tendo estes dados em conta, a Vodafone volta a utilizar a campanha de dezembro para convidar à reflexão. No passado, já haviam abordado temas como o bullying e a violência doméstica.

"Dar destaque à preocupação generalizada da sociedade com a saúde mental é o contributo da Vodafone para que este tema seja tratado com maior naturalidade e sem estigmas", afirma a diretora de Marca da Vodafone Portugal, Leonor Dias. Pretendem "normalizar" esta questão e fazer com que quem dela sofre valorize "a necessidade de pedir ajuda".

Além disso, com este que veem como o "espaço de comunicação mais relevante do ano", querem que os indivíduos que sofrem com problemas do foro mental "sintam que não estão desacompanhados na sua caminhada", assim como o protagonista do anúncio que já está viral nas redes sociais.

Precisa de ajuda? Estas são as linhas de Apoio e de Prevenção do Suicídio em Portugal

SOS VOZ AMIGA
Horário: 16:00 – 24:00
Contacto Telefónico: 213 544 545 | 912 802 669 | 963 524 660
Linha Verde gratuita: 800 209 899 (21:00 – 24:00)

CONVERSA AMIGA
Horário: 15:00 – 22:00
Contacto Telefónico: 808 237 327 | 210 027 159

VOZES AMIGAS DE ESPERANÇA DE PORTUGAL
Horário: 16:00 – 22:00
Contacto Telefónico: 222 030 707

TELEFONE DA AMIZADE
Horário: 16:00 – 23:00
Contacto Telefónico: 222 080 707

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.