Stress. Insegurança. Ansiedade. Medo de ser contagiado. Angústia quanto ao futuro profissional e pessoal. Desgaste por ter de conciliar o teletrabalho com a educação dos filhos em casa. Ânsia por voltar a sair e abraçar amigos e familiares. A pandemia de covid-19 é um desafio para o equilíbrio emocional de milhões de pessoas e a causa de dores de cabeça, sensação de dormência, tensão muscular, sono desregulado, inquietação constante, medo irracional.

Acelerados com a dinâmica do dia-dia, absorvidos pelas redes sociais e com estímulos intermináveis, torna-se importante parar. Eis sete estratégias simples para que consiga conectar-se com o seu interior e relaxar.

1.Foque-se no que pode controlar

O ‘"mau stress"’ acontece quando a nossa energia flui para a zona que está fora do nosso controlo. O "bom stress’" quando o nosso foco está naquilo que efetivamente controlamos. Por isso, uma forma de atenuar o stress e facilitar a gestão das suas emoções é conseguir observar-se de fora e identificar aquilo que pode controlar. Focando-se nisso, pode aumentar a produtividade das suas tarefas diárias e, também, a sua calma.

2. Registe acontecimentos do seu dia

Planificar também pode ajudar a prevenir o stress. O journaling assemelha-se a um diário onde pode refletir sobre as vivências, as emoções e as conquistas de cada dia, registar os seus planos ou descrever novos hábitos. Os benefícios desta ferramenta podem ser imensos: não só permite uma maior clareza e foco mental, como aumenta a autoestima e fomenta a criatividade.

3. Pare e respire

Passamos os dias focados numa realidade em constante mudança. Para conseguirmos relaxar, é importante conseguir parar e desligar-nos de todos os estímulos exteriores. Foque a sua atenção na respiração, na sua verdadeira natureza, independente do ambiente exterior.

É sempre relaxante? É obrigatório esvaziar a mente? 8 mitos comuns sobre a meditação
É sempre relaxante? É obrigatório esvaziar a mente? 8 mitos comuns sobre a meditação
Ver artigo

Inspire durante cinco segundos pensando em gratidão e expire libertando tudo o que já não lhe serve, sejam medos ou preocupações. No yoga, chamamos-lhe pranayama, a prática ancestral de controlar a respiração através de movimentos conscientes e estruturados. Um exemplo é a respiração alternada (nadi shodana), com uma mão tapando a narina direita e inspirando pelas esquerda e vice-versa. Nadis são canais energéticos que equilibram a nossa energia e favorecem o processo de relaxamento.

4. Medite

A nossa mente é como uma criança que necessita de atenção: vai fazer de tudo para nos desconcentrar, nutrindo-se de pensamentos tal como o nosso corpo precisa de alimento. Para viver em tranquilidade, procure viver em estado meditativo em cada tarefa diária que realize, isto é, presente em cada momento, seja numa conversa, seja enquanto come ou faz desporto.

Além de transformar cada atividade do seu dia numa atividade meditativa, faça meditação de manhã e à noite, focando e observando a sua respiração. Experimente também a meditação methabavana, uma prática budista em que o foco é o amor universal, ou seja, desejar amor para nós, para quem amamos, para quem nos conhecemos e, por fim, o mais desafiante, para aqueles com quem tivemos um conflito.

5. Faça exercício físico

A atividade física melhora o controlo e a gestão emocional, uma vez que aumenta a produção de endorfinas, favorecendo a sensação de felicidade e bem-estar.

6. Durma bem

Cuidar do seu sono é fundamental para o seu corpo e para a sua mente. Evite fazer atividade física nas cinco horas antes de se deitar e desligue os ecrãs (telemóvel, televisão, computador) pelo menos uma hora antes de ir para a cama. Reduza a intensidade da luz de casa à noite e prepara a hora de dormir. Ler, escrever, ouvir música relaxante ou meditar são atividades perfeitas para chamar o sono.

O treino viral de 15 minutos que ajuda a definir os glúteos em 21 dias
O treino viral de 15 minutos que ajuda a definir os glúteos em 21 dias
Ver artigo

7. Mantenha o contacto com família e amigos

Mesmo à distância, não deixe de falar com a família e os amigos, evitando fechar-se num casulo. Não receie partilhar o que está a sentir e o que o apoquenta nestes dias incertos. É uma das formas mais eficazes de lidar com a sua ansiedade.

Saiba mais em Heal and Grow

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.