Se tiver a ideia de recorrer ao Google para saber qual a melhor forma de tratar uma queimadura provocada pela exposição em excesso ao sol, o mais certo é que acabe por encontrar algumas sugestões, digamos, criativas. Uma delas diz passa pela aplicação de vinagre na área da pele queimada. No entanto, e porque já leu o título deste artigo, esta método não só não é eficiente como pode, além disso, piorar a evolução da queimadura.

Quem o diz é a dermatologista Carol Cheng, reforçando que a acidez do vinagre pode ser muito perigosa se usada para "tratar" uma queimadura decorrente da exposição ao sol, em declarações à revista "Insider"A explicação, diz, está no pH registado na maioria das opções de vinagre à venda no mercado — como o vinagre de cidra de maçã e o vinagre branco, cujos valores do pH oscilam entre dois e três, fazendo deles altamente ácidos.

A pior hora do dia para se queimar, ficar doente ou ter um ataque cardíaco
A pior hora do dia para se queimar, ficar doente ou ter um ataque cardíaco
Ver artigo

É isso que permite à especialista afirmar que a sua aplicação sobre uma queimadura solar pode "danificar aquela que é a barreira cutânea já comprometida", resultando numa maior inflamação, dores acentuadas e um atraso no processo de regeneração dos tecidos.

O facto de o vinagre ser composto por ingredientes como ácido acético, ácido lático, ácido cítrico e ácido málico leva a que, no caso de entrar em contacto com a pele sensível devido a uma queimadura, possa acentuar a gravidade da queimadura passando a tratar-se de uma "queimadura química grave".

Em alternativa, a especialista recomenda que sejam usados todos os métodos de tratamento de queimaduras que estão devidamente testados, e com efeitos comprovados, como a administração de antiinflamatórios ou o uso de cremes que sejam compostos de aloe vera para reduzir a inflamação da pele e acelerar o processo de regeneração.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.