Se utiliza um dispositivo Android, pode ficar impossibilitado de aceder à sua conta Google e a todas as aplicações inerentes já a partir desta segunda-feira, 27 de setembro.

A solução passa por garantir a atualização do sistema operativo Android, no mínimo, para a versão 3.0 – sendo que nem todos os dispositivos serão capazes de a suportar. Com esta mudança, estima-se que milhões de utilizadores fiquem impossibilitados de aceder às suas aplicações Google, avança o jornal "The Sun".

Apple Vs. Android. Dois jornalistas discutem qual é o melhor
Apple Vs. Android. Dois jornalistas discutem qual é o melhor
Ver artigo

A imposição desta atualização visa garantir a segurança dos utilizadores do sistema operativo Android 2.3, que ainda oferece uma versão envelhecida do software da Google, originalmente lançada em 2010. "As versões mais antigas dos sistemas operativos são muito mais vulneráveis a bugs e hackers", afirma a Google, citada pelo mesmo jornal.

Mas esta não é a primeira vez que o sistema operativo Android 2.3 tem acesso condicionado a certas funcionalidades. Em fevereiro de 2017, a Google suspendeu os pagamentos contactless, através do Google Play, em todos os dispositivos com Android 2.3.

Saiba se o seu dispositivo está em risco – e como evitar o bloqueio Google

Para verificar o atual sistema operativo em vigor no seu dispositivo, basta consultar as definições do seu telemóvel ou tablet, selecionar a opção "sistema" e posteriormente "definições avançadas" , onde se vai deparar com as atualizações do sistema operativo.

A versão mais recente do sistema operativo Android é a Android 11. Qualquer dispositivo com a versão Android 3.0 ou superior não estará sujeito ao bloqueio das aplicações Google.

A lista de smartphones que ainda utilizam o Android 2.3 inclui  Sony Xperia Advance, Lenovo K800, Sony Xperia Go, Vodafone Smart II, Samsung Galaxy S2, Sony Xperia P, LG Spectrum, Sony Xperia S, LG Prada 3.0, HTC Velocity, HTC Evo 4G, Motorola Fire e, ainda, Motorola XT532, avança o jornal britânico.

Se não conseguir atualizar o seu dispositivo, como alternativa às aplicações, pode continuar a aceder a plataformas como o YouTube ou o Gmail através do browser.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.