Esqueça o trânsito em hora de ponta — ou em qualquer outro momento do dia, na verdade. Já existe um carro que se transforma numa pequena aeronave, consegue voar a uma altitude operacional de até 18 mil pés e utiliza combustível vendido em qualquer bomba. E o melhor? Pode ser seu, já que qualquer pessoa o pode conduzir, desde que tenha uma licença adequada.

Não é ficção científica: os táxis voadores são velozes e estão quase a chegar a Roma
Não é ficção científica: os táxis voadores são velozes e estão quase a chegar a Roma
Ver artigo

Falamos do "AirCar", uma espécie de carro-avião, que passou com distinção nos testes, na Eslováquia, e recebeu um Certificado de Aeronavegabilidade oficial da Autoridade Eslovaca de Transportes, depois de completar 70 horas de "testes de voo rigorosos".

E sim, é seguro, garantem os criadores, já que os voos de teste, que incluíram mais de 200 descolagens e aterragens, foram compatíveis com os padrões da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (AESA), avança a CNN.

Estará à disposição de qualquer pessoa, esclarece o porta-voz da Klein Vision, mas será necessária uma licença de piloto para manobrar o veículo.

Esqueça o trânsito: já se fala em táxis voadores (e aeroportos no topo dos prédios)
Esqueça o trânsito: já se fala em táxis voadores (e aeroportos no topo dos prédios)
Ver artigo

Do design ao funcionamento, uma equipa de oito especialistas demorou mais de 100 mil horas a converter conceitos de design em modelos matemáticos que levaram à produção do protótipo: que tem um motor BMW 1.6 L e utiliza "combustível vendido em qualquer bomba", disse Anton Zajac, co-fundador da Klein Vision, em declarações à CNN.

Para ter noção de como o "AirCar" se transforma facilmente num carro ou num avião, em junho, o carro voador completou um voo de teste de 35 minutos entre os aeroportos de Nitra e da capital da Eslováquia, Bratislava. E, depois da aterragem, a aeronave converteu-se num carro e foi conduzido pelo centro da cidade.

"A certificação do AirCar abre portas para uma produção em massa de carros voadores muito eficientes", disse o piloto de testes Stefan Klein, o inventor do carro e líder da equipa de desenvolvimento.

Kyriakos Kourousis, presidente do grupo especializado em aeronavegabilidade e manutenção da Royal Aeronautical Society, disse à CNN que o novo carro-avião "vai criar muitas novas oportunidades de trabalho e vai fazer com que sejam desenvolvidas novas tecnologias" e que "que veículos como o 'AirCar' podem mesmo, um dia, substituir os helicópteros".

Mas, atenção, o "AirCar" não é o único veículo duplo (carro-avião) alvo de estudos. Outros veículos em desenvolvimento incluem o PAL-V Liberty, um giroplano que se transforma num veículo de estrada, da empresa com base nos Países Baixos, PAL-V. O veículo recebeu uma base de certificação completa da AESA, mas ainda não concluiu a fase final de "demonstração de conformidade", segundo o site da firma holandesa.

Da mesma forma, a empresa norte-americana Terrafugia obteve um certificado de aeronavegabilidade especial para Aeronaves Desportivas Ligeiras (LSA) pela Administração Federal de Aviação, pelo seu veículo de transição, segundo uma declaração de janeiro. Mas ainda não há qualquer informação de que venha a ser comercializado em breve.

Por outro lado, o "AirCar" deve chegar ao mercado já no próximo ano, mas o valor do veículo e da respetiva licença ainda não foram divulgados.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.